- PUBLICIDADE -

Motofretistas e mototaxistas precisam realizar curso para trabalhar

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

Foto: Luzara Pinho
Foto: Luzara Pinho

O serviço de mototáxi e motofrete vem se expandindo tanto em Balneário Camboriú como em outras regiões. Para que mototaxistas e motofretistas possam levar seus serviços à população, algumas normas e adaptações devem ser seguidas para o bom funcionamento deste meio de transporte.

De acordo com o gestor da Fundação Municipal de Trânsito (FUMTRAN), Jaime Mantelli, para realizar esse tipo de atividade, o motociclista precisa realizar o curso para motofretistas e mototaxistas que totaliza 30 horas. O curso é realizado em horário de melhor disponibilidade para os alunos, sendo assim divididas as turmas de acordo com a demanda. As turmas geralmente são fechadas com no máximo 25 alunos. De 2011 a 2013, foram formados mais de 330 profissionais de mototáxi e 112 motofretistas.

Os veículos usados neste serviço devem estar devidamente cadastrados e autorizados, possuir documentação em dia, seguro e os devidos equipamentos e sinalizações necessárias para atuação, de acordo com a resolução número 356/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), como placa na cor vermelha (categoria “aluguel”), possuir habilitação na categoria “A” por pelo menos dois anos além de compartilhamentos adequados e posicionados de maneira correta, equipamentos de segurança e, no caso do mototáxi, o veículo que circula na cidade deve ser de cor branca e possuir sinalização de identificação do serviço prestado. O processo de cadastramento é realizado no FUMTRAN.

O gestor da Fundação Municipal de Trânsito ressalta que os serviços de mototáxi e motofrete se profissionalizaram e aumentaram a qualidade com a exigência do curso que forma e permite que os motociclistas possam atuar nesse setor. Atualmente, cerca de 150 mototaxistas e 250 motofretistas atuam na cidade, informa Mantelli.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.