- PUBLICIDADE -

Comissão de Transporte vai propor emenda para regulamentar licitação de duas empresas de ônibus em Itajaí

Licitação de segunda empresa só poderá ser realizada após estudo de viabilidade econômica

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Comissão de Transporte
Davi Spuldaro/CVI

Na reunião da Comissão Parlamentar Especial (CPE) do Transporte Público, realizada nesta segunda-feira (24), foi decidido que a Comissão vai propor um Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) para regulamentar a licitação de duas empresas para operar o Sistema Municipal de Transporte Coletivo Urbano.

Atualmente, a legislação diz que o município deverá contratar uma segunda empresa quando chegar a 200 mil habitantes. A nova redação incluirá a exigência de realização de um estudo de viabilidade econômica.

O objetivo é possibilitar que uma segunda empresa seja contratada no futuro, mas ainda garantir a saúde financeira da concessionária de transporte coletivo que assumirá o serviço após a realização da licitação.

O Projeto de Emenda à LOM será protocolado pela Comissão Parlamentar Especial de Transporte Público, e antes de ir à votação deverá ser aprovada na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final. A próxima reunião da CPE ficou agendada para o dia 8 de maio, às 14h.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.