- PUBLICIDADE -

Genro mata sogro com facada no coração em Camboriú

Vítima tentou defender sua filha durante uma discussão entre o casal

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

matheuszinho
Divulgação

Um rapaz de 19 anos foi preso após matar o próprio sogro no início da tarde desta terça-feira (29), no Bairro Rio Pequeno, em Camboriú.

A guarnição da Polícia Militar foi acionada via Central Regional de Emergências (CRE) para atender uma ocorrência de atrito verbal entre casal. Chegando ao local, na Rua Rio Paraguaçu, esquina com Rua Rio Taquaras, os policiais militares encontraram o corpo da vítima estendido no chão, já em óbito, no meio da rua, com um ferimento único de faca no lado esquerdo do peito.

Roberto Dias de Oliveira teria tentado impedir uma discussão entre sua filha e o marido, sendo esfaqueado no coração pelo próprio genro. Tinha 41 anos e nenhuma passagem policial.

Testemunhas apontaram para onde o autor do homicídio teria fugido, e a guarnição, em rápida busca, conseguiu localizar o autor que recebeu voz de prisão. Vulgo “Matheuszinho” não reagiu e confessou o crime, apontando aos policiais onde teria escondido a arma do crime. A faca foi encontrada ainda com vestígios do sangue da vítima.

A cena do crime foi isolada. Mathesuzinho foi preso e encaminhado.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.