- PUBLICIDADE -

Mulher esfaqueia e mata homem que teria invadido sua casa

Invasor foi esfaqueado pela moradora; ela foi presa por homicídio

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

rua Monte Bandeira
Divulgação

Na madrugada de sábado (23), por volta das 1h15min, a Polícia Militar foi acionada pela central 190 para atender a uma ocorrência de esfaqueamento no bairro Monte Alegre, em Camboriú.

Ao chegar na rua Monte Bandeira, a vítima estava no chão apresentando ferimentos nas costas. O Samu esteve no local e confirmou a morte do homem.

Uma mulher de 34 anos se identificou como responsável pela facada. Segundo ela, a vítima tentou invadir sua casa, onde estavam seu marido e filhos. Quando percebeu a presença do invasor na área externa, saiu juntamente com seu marido de posse de uma faca de cozinha com o intuito de se defender.

Na garagem, viu um homem engatinhando entre os veículos e, que ao vê-la, tentou avançar contra ela. Neste momento desferiu um golpe e acertou a vítima que saiu correndo e caiu na rua ainda com vida. A faca usada foi apreendida e a mulher levada à delegacia.

Por não haver indícios suficientes de que a mulher agiu em legítima defesa, matando o invasor com um golpe pelas costas sem dar a chance de defesa, ela foi presa por homicídio.

Juscelino Barbosa Alves era natural de Pernambuco e não tinha passagens pela polícia no estado de Santa Catarina.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.