- PUBLICIDADE -

Homem que matou vítima com tiro na cabeça na rua 971 é preso pela DIC

Ele utilizou um revólver calibre 38 para executar a vítima em frente ao edifício em que residiam

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, cumpriu nesta terça-feira (28), um mandado de prisão por sentença condenatória, de Jose Carlos Koehler Sobrinho, de 66 anos, no Centro da cidade de Ilhota.

JOSE CARLOS KOEHLER SOBRINHOJosé foi condenado a 12 anos de prisão pela morte de um homem, de 23 anos, em dezembro de 2009. Na época dos fatos, o investigado utilizou um revólver calibre 38 para executar a vítima em frente ao edifício em que residiam, na rua 971, Centro de Balneário Camboriú.

As investigações apontam que o acusado não ofereceu defesa a vítima, que foi assassinada com um tiro na cabeça em um momento de distração, no momento em que tentava embarcar em seu veículo. A Policia Militar localizou o atirador que foi preso e levado à Delegacia.

José foi autuado em flagrante por homicídio e teve a liberdade provisória concedida um dia após o assassinato. Em um boletim de ocorrência registrado 15 dias antes do fato, o autor havia acusado o vizinho de ter furtado uma pistola de sua propriedade.

Após a prisão o preso foi encaminhado até a sede da DIC em Balneário Camboriú, posteriormente ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.