- PUBLICIDADE -

DIC BC esclarece autoria de dois homicídios ocorridos no mesmo dia

Crimes aconteceram em fevereiro de 2014, em Balneário Camboriú

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

DIC BC / Divulgação
DIC BC / Divulgação

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu Arnaldo Bueno Junior, 19 anos, Mailson Rafael, 25 anos, e Dheividy Muller Lopes, 26 anos, na manhã desta quinta-feira (26), nas cidades de Itajaí e Balneário Camboriú. O investigado Robson Bruno Braga de Lima, 22 anos, ainda se encontra foragido.

Primeiro homicídio da noite

No dia 04/02/2014, por volta das 22 horas, a vítima Cristiano Galdino de Araújo, vulgo Quico, 35 anos, foi atingida por um disparo de arma de fogo e, devido à gravidade dos ferimentos causados, não resistiu e faleceu no local dos fatos. A vítima se encontrava em um pátio ao lado da Igreja Missionário Privativa, localizada na Rua Benta Cunha, nº 02, bairro da Barra, em Balneário Camboriú.

Assim que o crime foi comunicado à Polícia Judiciária, as investigações se iniciaram, e após várias diligências, os autores foram identificados Robson e Dheividy, tendo a Autoridade Policial indiciado ambos pelo crime de homicídio qualificado e furto qualificado, posto que, a motocicleta utilizada pelos autores foi subtraída instantes antes do crime, conforme se comprovou por imagens captadas por um câmera de monitoramento de um estabelecimento comercial.

Diante da identificação da autoria, a Autoridade Policial representou pela prisão dos executores, bem como indiciou do autor mediato do crime, sendo expedidos os mandados de prisão. Durante as investigações policiais militares capturaram Dheividy durante abordagem de rotina, sendo que Robson se encontra foragido desde então, apesar das inúmeras diligências realizadas pela Equipe de Investigação para realizar sua captura.

As investigações também possibilitaram o esclarecimento de outro crime de homicídio praticado na mesma noite.

Segundo homicídio da noite

No dia 05/02/2014, às 00h17, a Polícia Militar foi informada acerca do crime, tendo os policiais diligenciado no local, contudo, o corpo não foi encontrado, o que ocorreu somente por volta das 16h30 do mesmo dia, sendo localizado o corpo de Michel Lucas Fernandes, 17 anos, encontrado em um mirante localizado na Rodovia Rodesindo Pavan (Interpraias), entre o bairro da Barra e a praia de Laranjeiras, em Balneário Camboriú. O corpo que apresentava sinais de violência foi descoberto por turistas apenas um dia depois do crime. Nenhum suspeito foi identificado na ocasião dos fatos.

A DIC passou a investigar o caso, e obteve informações que um veículo de cor prata foi visualizado nas proximidades do local. Uma denúncia informou que a vítima já havia sido vista a bordo de um carro semelhante nos dias que antecederam o crime. Os policiais apuraram ainda que Michel era envolvido com drogas e recentemente havia se envolvido em uma briga.

As investigações apuraram que Michel havia sido expulso de casa por familiares, e estava morando com amigos em uma casa no bairro dos Municípios. O fato ocorreu após a mãe da vítima ter encontrado drogas escondidas em seu quarto. Os agentes também apuraram que Michel era usuário e também revendia os entorpecentes.

Com o aprofundamento das investigações, quatro pessoas foram investigadas suspeitas de serem os autores do crime, sendo identificado Robson, amigo que morava com a vítima, Mailson, amigo da vítima, Arnaldo, e Dheividy que teriam auxiliado no assassinato de Michel. O motivo do assassinato seria uma corrente de prata furtada por Michel, e que pertencia a Mailson.

Em razão da identificação da autoria e esclarecida às circunstâncias do crime, a Autoridade Policial representou pela prisão temporária dos indiciados e mandado de busca e apreensão em suas residências, pleito prontamente deferido pelo Poder Judiciário.

Na manhã desta quinta-feira, os Policiais Civis da DIC efetivaram o cumprimento dos mandados de busca na residência de Mailson, localizada na Rua Violeta, no bairro Monte Alegre, em Camboriú, e na residência de Arnaldo, localizada na Rua Margarida Dalçóquio Bittencourt, no bairro Salseiros, em Itajaí. Os investigados foram localizados e presos temporariamente. O indiciado Dheividy teve a prisão cumprida no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí (CPVI). O veículo utilizado para transportar a vítima, bem como a corrente subtraída e que motivou o crime foi apreendida.

Após interrogatório, Mailson e Arnaldo esclareceram as circunstâncias do crime, ao passo que Dheividy se manteve em silêncio, e após as formalidades cartorárias foram encaminhados ao CPVI de Itajaí. O indiciado Robson segue foragido, havendo em seu desfavor dois mandados de prisão.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.