- PUBLICIDADE -

DIC BC prende homem condenado a 9 anos de prisão

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Foto: Divulgação / DIC BC
Foto: Divulgação / DIC BC

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, cumpriu o mandado de prisão condenatória em desfavor de Rafael Eyng, 30 anos, na tarde desta quarta-feira (19), em Balneário Camboriú.

O autor estava foragido desde o ano 2012 e foi condenado a nove anos de prisão em regime fechado pelos crimes de receptação e roubo. Além de possuir antecedentes criminais pelos mesmos crimes e também por tráfico de drogas, Rafael possui diversos indiciamentos por estelionato.

Na tarde de ontem, os policiais da DIC receberam uma denúncia que Rafael estaria residindo na Rua Dom José, no Bairro Vila Real, em Balneário Camboriú. Em posse das informações, os policiais realizaram campanas de monitoramento e abordaram Rafael no momento em que chegava a sua residência.

Além do mandado de prisão, Rafael foi autuado em flagrante por estar em posse de uma carteira de identidade falsa em nome do irmão. Uma camionete GM/S-10 com registro de furto também estava em posse do autor e foi apreendida.

Após os procedimentos cartorários, Rafael foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro Canhanduba, em Itajaí.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.