DIC de BC prende batedor de carteira internacional

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: DIC BC / DIvulgação
Foto: DIC BC / DIvulgação

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu em flagrante Paulo Sérgio de Almeida Vicente, vulgo “Magal”, 49 anos, na noite desta segunda-feira (16) no Centro de Balneário Camboriú.

O autor é conhecido da polícia pela habilidade em “bater carteira” das vítimas, geralmente frequentando eventos internacionais para aplicar o golpe e usufruir do dinheiro furtado, tendo, inclusive, sido preso na Coréia por esta prática delitiva quando da Copa do Mundo de Futebol, além de atuar em corridas de Fórmula 1, Festa de Barretos, casas noturnas, aeroportos, enfim, em locais onde há concentração de pessoas com considerável poder aquisitivo. O autor possui diversos indiciamentos por estelionato e furto, e durante o seu interrogatório, afirmou que estava “preparando” a sua “equipe” para “trabalhar” na Copa do Mundo de 2014.

Na noite desta segunda-feira, os policiais da DIC receberam uma denúncia que um homem estaria em atitude suspeita nas dependências de um supermercado localizado no Centro de Balneário Camboriú. Ao realizar a abordagem pessoal, os policiais identificaram o suspeito como Paulo Sérgio de AlmeidaVicente, vulgo “Magal”, que estava em posse de um veículo Citroen/Xsara Picasso, placa ALL-0133, de propriedade de sua tia já falecida.

Durante a abordagem, Magal apresentou aos policiais uma procuração do veículo Citroen com indícios de falsificação. Ao ser questionado sobre os fatos, Magal ofereceu a quantia de R$ 700  a cada um dos policiais para que não o prendessem. O autor recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia da Comarca (DPCO) de Balneário Camboriú, sendo autuado em flagrante por corrupção ativa e uso de documento falso.

Hoje pela manhã, na sede da DIC de Balneário Camboriú, Magal foi interrogado em um inquérito policial onde é foi identificado pelo furto de uma carteira, e de posse do cartão magnético e senha, efetuou saques e compras que somadas ultrapassaram R$ 17.000,00.

As investigações tiveram início em Faxinal do Guedes – SC, local onde a vítima registrou o boletim de ocorrência, que, em um trabalho conjunto com a DIC de Balneário Camboriú, possibilitou-se a identificação de Magal. O Poder Judiciário declinou competência para a Comarca de Balneário Camboriú – SC, local onde os saques e compras foram realizados, sendo que os autos estão sendo concluídos pela DIC de Balneário Camboriú. Ao ser interrogado, Magal confessou a prática delitiva.

Após os procedimentos cartorários, foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro Canhanduba, em Itajaí.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -