- PUBLICIDADE -

Seis taxistas e outros quatro são presos por tráfico de drogas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, desencadeou a Operação Bandeira 2 para combater o tráfico drogas na região. Diversos mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (28), nas cidades de Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema e Canoinhas.

Fotos: Dic BC / Divulgação
Fotos: Dic BC / Divulgação

Foram presos na operação: ADRIANO LUIZ, vulgo “CABELO” (33), ALEX SANDER CASAGRANDE (28), CLAUDIO JUNIOR FERNANDES, vulgo “JAPA” (39), CLEITON GONÇALVES (22), vulgo “ALEMÃO”, EDERSON SAUDER (32), vulgo “ÉDER”, FABIO JUNIOR VELHO, vulgo “GORDO” (26), FELIPE GARCIA ROSAR, vulgo “TUBINHA” (24), JULIO CESAR RIBEIRO (40), LEONARDO AUGUSTO DA COSTA ALMEIDA (22) e MARCOS DIEGO ANDRADE TONIAL (27). Dois homens continuam foragidos.

Durante sete meses, a DIC de Balneário Camboriú investigou a quadrilha composta por quatro homens que atuavam como fornecedores de drogas, e  seis taxistas que se valiam da atividade para revender as drogas na cidade de Balneário Camboriú. As investigações apuraram diversos indícios do tráfico de drogas por parte dos envolvidos, sendo lavrados termos circunstanciados em desfavor de usuários que adquiriram cocaína dos investigados, bem como realizada a lavratura de dois Autos de Prisão em Flagrante de fornecedores.

Diante dos fatos, a Autoridade Policial que preside o feito, representou pela decretação da prisão temporária dos indiciados, bem como mandados de busca e apreensão junto a 2ª Vara Criminal de Balneário Camboriú, cujo pleito foi prontamente acatado pelo Poder Judiciário, sendo decretadas as medidas cautelares de busca e apreensão e mandados de prisão temporária dos investigados. A quadrilha era especializada em distribuir drogas sintéticas e cocaína. O esquema funcionava como um disque-droga e atendia em grande parte o público de maior poder aquisitivo.

Além das prisões, foram realizadas buscas nas residências e táxis dos envolvidos. No táxi de Alex foram encontradas 21  invólucros de cocaína devidamente embaladas e prontas pra a comercialização. Na residência de Cláudio foi localizada um invólucro de cocaína com cerca de 30 gramas. No apartamento de Felipe foi encontrada uma balança de precisão, comumente utilizado para pesar drogas. Objetos com indícios da prática de tráfico de drogas foram encontradas nas residências dos outros envolvidos.

Foram apreendidos quatro táxis, um veículo de categoria particular, além de dinheiro, celulares, eletrônicos e objetos imprescindíveis para a investigação.

Os investigados Adriano e Cleiton já se encontravam presos no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí (CPVI), através de prisões anteriores efetuadas pelos policiais da DIC de Balneário Camboriú em decorrência das investigações que estavam em curso. Adriano foi condenado por um latrocínio ocorrido em Tijucas, e responde por crime anterior de tráfico de drogas. Cleiton responde por homicídio cometido em Balneário Camboriú e tráfico de drogas. A maioria dos envolvidos que foram presos na manhã de hoje, possuem antecedentes criminais.

A Operação Bandeira 2 contou com aproximadamente 50 Policiais Civis, pertencentes ao COPE de Florianópolis, DIC de Itajaí, DIC de Brusque, DIC de Blumenau, DIC e DPCO de Canoinhas, DPCO de Gaspar e DPMu de Ilhota.

Após os procedimentos cartorários, os envolvidos foram conduzidos ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro Canhanduba, em Itajaí.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.