- PUBLICIDADE -

Adolescente é atingido por dois tiros em Itapema

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Na manhã desta quarta-feira (21), aproximadamente as 11h 56min, na rua 436, no bairro Morretes em Itapema, ocorreu uma tentativa de homicídio. O menor E.M. de 16 anos foi atingido por dois disparos de revólver calibre 38, um na região do peito e outro na parte superior da coxa esquerda.

A vítima informou que mesmo baleado, conseguiu se deslocar até a rua 440, próximo ao Colégio Paulo Freire, onde acionou a PM. Segundo ele, os disparos foram gerados por um menor que estava em uma Honda Bros, cor preta. O suspeito é o mesmo que cometeu um latrocínio em uma pizzaria de Itapema, resultando na morte de um pizzaiolo. Ele foi detido pela Polícia Militar no dia 08 de março de 2012, quando permaneceu cinco dias na delegacia de Itapema, em que aguardava ser transferido para Florianópolis, porém foi encaminhado para Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (CASEP) de Itajaí, de onde fugiu no mesmo dia.

E.M. havia ameaçado uma professora ontem (20) por volta das 19 horas, afirmando que iria matá-la quando ela saísse da escola com a ajuda de mais dois homens. Ele já possui passagem na polícia por porte de arma. A PM esteve no local e orientou o menor para ir para sua casa.

Dia 09 deste mês, aproximadamente às 21h35min, E.M. foi vitima de outra tentativa de homicídio, quando L.N.L. (17 anos) autor dos disparos, o alvejou no pescoço e no braço. Outra vítima, A.R.P (15 anos), que estava com E.M., recebeu três disparos e faleceu.

E.M. foi encaminhado para o hospital, onde de acordo com o relato do médico, o quadro clínico é estável.


COMENTE ABAIXO ⬇
itapema-58868.html" data-numposts="15" data-order-by="social" data-width="100%">

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.