- PUBLICIDADE -

PM emite nota sobre ocorrência que a GM quis assumir

Comandante assinou uma nota sobre os fatos que envolveram a Polícia Militar e a Guarda Municipal no último final de semana

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
corsa
Casal colidiu Corsa com registro de roubo.

O Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, José Evaldo Hoffmann Junior, emitiu uma nota sobre os fatos que envolveram a Polícia Militar e a Guarda Municipal no último final de semana, referentes a uma discussão registrada em vídeo, onde a GM e a PM disputavam o atendimento de uma ocorrência de acidente de trânsito no bairro Vila Real.

Segundo a Polícia Militar, uma pessoa ligou para o 190 informando que um Corsa colidiu contra um poste na rua Dom Henrique, esquina com a Quinta Avenida, e que o casal ocupante do veículo fugiu a pé carregando uma mala vermelha.

A guarnição chegou ao local e localizou o veículo danificado e fez contato com a testemunha, que logo embarcou na viatura e informou para aonde os suspeitos foram. Ainda na rua Dom Henrique o casal foi localizado e preso em flagrante.

Nesse meio tempo, uma guarnição da Guarda Municipal chegou ao local do acidente e acionou o guincho. Os militares voltaram ao local, e verificaram que os guardas quiseram assumir a ocorrência, sem preservar a cena e o veículo para perícia, o que causou a discussão entre eles.

Sobre o caso, o comandante Evaldo disse que as imagens gravadas por um agente da Guarda Municipal não refletem a realidade da integração que se busca entre as instituições. “É de salutar importância que o atendimento das ocorrências seja tratado com maturidade e inteligência, sem trazer prejuízos para a sociedade”, comunicou.

O tentente-coronel citou ainda a Lei 13.022/14, que regula as competências das Guardas Municipais, e que diz que a Guarda Municipal deve prestar todo o apoio à continuidade do atendimento, por exemplo, preservando o local do crime para perícia quando necessária. “Em que pese não seja este caso específico, uma vez que a Polícia Militar já estava no local fazendo o atendimento da ocorrência e a Guarda Municipal chegou depois”, justificou.

“Não podemos tratar este episódio como comum, é um caso isolado e a comunidade saiu ganhando, pois as duas instituições estão buscando retirar criminosos das ruas, tanto é que ao final as duas forças foram em conjunto e entregaram os presos na Delegacia para a lavratura do flagrante delito. Evidentemente que o objetivo é único, a segurança da sociedade, por isso, o Comando do 12º Batalhão de Polícia Militar está em consonância com o Secretário Municipal de Segurança em um só objetivo: dar tranquilidade à população e turistas de Balneário Camboriú”, finalizou.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -