- PUBLICIDADE -

Raio atinge duas pessoas na orla de Meia Praia; 1 homem veio a óbito

Uma das vítimas teve parada cardiorrespiratória e a outra foi atendida com sinais de desorientação

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube

Dois jovens que corriam na orla de Meia Praia, em Itapema, foram atingidos por um raio no anoitecer desta sexta-feira (2). O Corpo de Bombeiros atendeu às vítimas e conduziu-as para o hospital.

Segundo o site de notícias Visor, o Corpo de Bombeiros informou que uma das vítimas foi levada ao Hospital Santo Antônio com alta prioridade, após ter uma parada cardiorrespiratória. A outra foi atendida pelo Samu com sinais de desorientação

A direção do hospital não divulgou o estado de saúde das vítimas mas informou que uma delas já foi identificada e que os familiares estão na unidade.

A outra pessoa não portava documentos e ainda não foi identificada.

Morreu homem atingido por raio na orla de Meia Praia

Morreu um dos homens atingidos por um raio na noite desta sexta-feira (2) na Meia Praia. A vítima fatal trata-se do corretor de imóveis Fabrício Corrêa Gasparetto, 47 anos, morador de Itapema.

Fabrício teve parada cardiorrespiratória e foi conduzido ao Hospital Santo Antônio, onde foi constatado óbito. Ele estava caminhando na orla na companhia de outro homem, quando um raio atingiu a dupla.

O companheiro de caminhada, identificado como corredor Dudu, não teria sido atingido diretamente pelo raio e ficou apenas desorientado com a descarga elétrica. Ele foi atendido pelo Samu e passa bem.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -