- PUBLICIDADE -

Itajaí registra focos do Aedes aegypti em armadilhas mesmo no frio

Fato demonstra que o mosquito está se adaptando ao clima e preocupa

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

dengue Aedes aegyptiApesar do frio que contribui para a diminuição da circulação do mosquito Aedes aegypti, Itajaí registrou, na última semana, dois focos positivos em armadilhas instaladas no bairro Barra do Rio e no Centro. Para a coordenação do Programa de Combate à Dengue da Secretaria de Saúde, o fato demonstra que o vetor está se adaptando ao clima, o que significa ser fundamental que a comunidade execute a prevenção durante todo ano, eliminando possíveis criadouros.

Nesta semana, os Agentes de Combate a Endemias iniciam os ciclos de visitas nos imóveis dos bairros Dom Bosco, Cidade Nova e São Vicente. Nestes locais, as atividades de prevenção, eliminação e tratamento terminam somente quando todas as ruas tiverem sido visitadas. Por isso, é importante que a população receba os agentes em suas residências e comércios a fim de receber informações de prevenção contra o Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

De janeiro até agosto, foram realizadas 194. 578 visitas em todo município. Alguns bairros já receberam, apenas neste ano, cinco visitas completas. “Esse trabalho essencial para diminuição de criadouros tem como intuito diminuir a população de mosquitos adultos, desta forma evitando a transmissão da doença”, explica o coordenador do Programa de Combate à Dengue, Lúcio Vieira.

Novos uniformes

Agentes de endemias já atuam com o seu novo uniforme, composto por camisa gola polo azul, jaqueta de nylon preta e chapéu cáqui. A utilização do uniforme é obrigatória para os Agentes efetuarem suas funções e facilita a identificação dos profissionais, tanto nas ruas quanto especialmente para a sua entrada nos domicílios dos moradores itajaienses.

Focos

De acordo com o levantamento mais recente do Programa de Combate à Dengue da Secretaria de Saúde, Itajaí totaliza 400 focos positivos do Aedes aegypti, assim distribuídos:

São Vicente: 62
Fazenda: 54
Centro: 49
São João: 46
Barra do Rio: 36
Cordeiros: 33
Praia Brava: 32
Dom Bosco: 22
Salseiros: 21
Cidade Nova: 17
São Judas: 12
Ressacada: 06
Vila Operária: 04
Cabeçudas: 03
Espinheiros: 02
Itaipava: 01

Antes dos mais recentes registros, em 16 de agosto, cidade chegou a completar um mês sem nenhum foco de Aedes aegypti identificado. O último havia sido registrado em 12 de julho. Segundo Lúcio Vieira, os focos foram localizados em armadilhas, que servem para monitorar a área. “Todos os locais recebem visitas bimestrais de tratamento”, acrescenta.

O coordenador explica, ainda, que as ações preventivas e de combate continuam o ano inteiro seguindo as normas estabelecidas pelo plano de contingência. “Em cada notificação é realizada a atividade de bloqueio de transmissão, e caso positivando para uma das três doenças (dengue, zika ou chikungunya), é realizado o UBV – a aplicação de inseticida para matar o mosquito adulto cortando o ciclo de transmissão”, completa.

Casos

Em 2016, completadas 33 semanas epidemiológicas, os casos notificados como suspeitos de dengue em Itajaí somam 1.274, com 84 positivos, sendo 18 deles importados.

No ano passado, em 33 semanas epidemiológicas, o município registrava 6.163 casos suspeitos e destes, 1.971 foram confirmados como positivos para dengue.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.