- PUBLICIDADE -

Polêmica: medicamento à mão do consumidor

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

rinaldo
Sr Rinaldo Ferreira, Presidente da Associação Brasileira dos Farmacêuticos Proprietários

Está disponível no site da Anvisa, até dia 10 deste mês, consulta pública, n° 27, que poderá alterar a forma como os medicamentos são vendidos hoje. A proposta é para que os medicamentos isentos de prescrição possam permanecer ao alcance dos usuários para obtenção por meio de auto-serviço no estabelecimento, ou seja, o cliente escolhe seu medicamento, sem precisar solicitar ao farmacêutico.

De acordo com o Presidente da Associação Brasileira dos Farmacêuticos Proprietários de Farmácias do Brasil, o Sr Rinaldo Ferreira, se a Anvisa realmente optar por permitir que os medicamentos fiquem ao alcance do consumidor isso poderá se tornar um risco para a população. “Nós entendemos que esses medicamentos sem prescrição médica devem ser vendidos aos clientes sempre sob orientação do farmacêutico. Acreditamos que sem essa orientação, há grandes chances de aumentar o uso inadequado de medicamentos em geral”, finaliza.

Um exemplo de medicamento que não exige prescrição médica hoje e se enquadraria nessa categoria de auto-serviço são os anti – inflamatórios.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.