- PUBLICIDADE -

Secretaria de Educação de BC amplia prazo de rematrícula na Educação Infantil

Porém agora, os pais deverão ir até a Secretaria fazer a confirmação de vaga e não no Núcleo onde a criança está matriculada

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Rematriculas Neis 17 10 17 Foto Celso Peixoto 18 Copy
Divulgação

A Secretaria de Educação informa que prorrogou até sexta-feira (27) o prazo para rematrícula na Educação Infantil. Porém agora, os pais deverão ir até a Secretaria fazer a confirmação de vaga e não no Núcleo onde a criança está matriculada. “É um número pequeno de crianças que não tiveram sua rematrícula efetuada, mesmo assim demos mais uma semana de prazo aos pais. Antes, os que não faziam a rematrícula tinham que ir até a Secretaria de Educação, justificar porque não haviam feito e retornar no núcleo, com uma autorização para efetuar o procedimento. Agora simplificamos esse processo e tudo é feito na Secretaria de Educação”, explicou a secretária, Rosangela Percegona Borba.

Para a rematrícula é necessário levar as cópias dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou Identidade da criança; CPF da criança; Carteira de vacina atualizada; RG (não carteira de habilitação) e CPF dos pais responsáveis; Comprovante de residência atualizado no nome dos pais (luz, água, internet, TV por assinatura) ou contrato de locação com firma reconhecida em cartório, declaração de residência do proprietário do imóvel com firma reconhecida em cartório e em anexo o comprovante ou certidão de registro de imóvel residencial reconhecida em cartório.

No ato da rematrícula os pais precisam assinar um termo onde afirmam que todas as informações prestadas são verídicas. Declarar informação falsa em documento particular, com propósito de alterar a verdade dos fatos para obter vantagem indevida é crime, conforme o Art. 299 do Código Penal Brasileiro sob pena de reclusão, de um a cinco anos e multa, se o documento é público; e reclusão de um a três anos e multa, se o documento é particular.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.