- PUBLICIDADE -

Vereador quer que escolas de Camboriú tenham aulas de história e cultura afro-brasileira e africana no Brasil

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

O vereador Josué Pereira(PP), protocolou requerimento, e já aprovado em plenário, que pede a oficie  a Secretária de Educação Fátima Gervásio, para que a mesma de esclarecimentos quanto à aplicação da Lei 10.639/03, que determina o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana no Brasil, tanto na rede pública como na particular na cidade de Camboriú.

Josué destaca que o legado histórico, sempre mostra nas aulas de História o tema da escravidão negra africana de forma desvalorizada.

“Na aplicação do presente texto desta lei pretende-se esboçar uma reflexão acerca da contribuição do negro para o desenvolvimento do Brasil, não imputando-lhe culpas, mas contribuição.Quero explicações e quero que a lei seja cumprida e executada na nossa cidade”, disse.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.