- PUBLICIDADE -

Lei sancionada por Elcio que isenta MEIs dos custos de alvarás e taxas já existia

A lei foi aprovada sem que ninguém percebesse que há quase quatro anos a lei federal já estabelece custo zero para MEIs

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

mei
Imagem ilustrativa

O Prefeito de Camboriú, Elcio Kuhnen (MDB), sancionou na quarta-feira, dia 25, uma lei, de autoria do vereador John Lenon Teodoro (PSDB), que já existia desde 2014, e que vale para todo o Brasil.

A lei municipal 3074/2018, que isenta os microempreendedores individuais (MEIs) da cobrança de taxas ou emolumentos para concessão de alvarás e licenças, na verdade já consta na Lei Complementar n. 147/2014, sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

A medida, que vinha sendo estudada desde o ano passado pela equipe técnica da Secretaria de Finanças e Procuradoria Geral do Município, passou sem que ninguém percebesse que há quase quatro anos a lei federal já estabelece custo zero para MEIs.

O QUE DIZ A LEI MUNICIPAL

Art. 1º Através da presente Lei fica isento o Micro Empreendedor Individual – MEI da cobrança de taxas e emolumentos e de todos os custos, inclusive prévios, relativos à abertura, à inscrição, ao registro, ao funcionamento, ao alvará, à licença, ao cadastro, às alterações e procedimentos de baixa e encerramento.

O QUE DIZ A LEI FEDERAL

Art. 3º-A, § 3º – Ressalvado o disposto nesta Lei Complementar, ficam reduzidos a 0 (zero) todos os custos, inclusive prévios, relativos à abertura, à inscrição, ao registro, ao funcionamento, ao alvará, à licença, ao cadastro, às alterações e procedimentos de baixa e encerramento e aos demais itens relativos ao Microempreendedor Individual, incluindo os valores referentes a taxas, a emolumentos e a demais contribuições relativas aos órgãos de registro, de licenciamento, sindicais, de regulamentação, de anotação de responsabilidade técnica, de vistoria e de fiscalização do exercício de profissões regulamentadas.

LEIA TAMBÉM: Jonh Lenon: “(a lei federal) possui diversas interpretações”, diz sobre lei que isenta custos aos MEIs


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.