- PUBLICIDADE -

Programa de Combate à Dengue recolhe 38 sacos de lixo em cemitério de Camboriú

Ação foi realizada no Cemitério Central. Plásticos, pratos de plantas, potes, entre outros objetos, foram recolhidos e serão direcionados ao EcoPonto do município

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

cemitério de Camboriú
DivulgaçãoCamboriú

O Programa de Combate à Dengue de Camboriú recolheu 38 sacos de lixo – de 100 litros – durante o mutirão de limpeza realizado no Cemitério Central nesta quarta-feira, dia 8. Plásticos que envolvem vasos de flores, pratinhos de plantas e potes de vidros estão entre os depósitos que acumulam água parada descartados durante a ação. Todo o material coletado será destinado ao EcoPonto do município.

Segundo o supervisor de campo do Programa, Fábio Murilo de Souza, o número de sacos surpreendeu a equipe, apesar de a ação ter acontecido após o feriado de Finados. “Sabemos que o número de pessoas prestando homenagens a entes que faleceram aumenta nessa época do ano, mas não esperávamos um número tão grande. Ainda mais após a instalação de placas informativas nas principais entradas do cemitério. É preciso que os moradores se sensibilizem quanto aos riscos que esses objetos trazem, já que acumulam água parada e impulsionam a proliferação de focos do mosquito Aedes aegypti”, enfatiza.

Agentes de endemias também iriam realizar a ação no Cemitério Público Municipal Jardim das Acácias, localizado no bairro Rio do Meio, mas o trabalho precisou ser remarcado em decorrência da chuva. A equipe realizará o mutirão no local nessa quinta-feira, dia 9, a partir das 9 horas. “Precisamos bater na mesma tecla sempre, repetir ações de prevenção. O combate contra o mosquito é diário e deve ser feito tanto pelo Poder Público quanto pelo morador dentro de casa. Com pequenas medidas, conseguiremos controlar o número de focos em Camboriú”, pontua o secretário de Saúde, Ronnye Peterson Nasser dos Santos.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.