Comissão da OAB Itajaí entrega projeto ao prefeito para a criação de corredores verdes na cidade

Volnei Morastoni solicitou aos técnicos para que analisassem o projeto entregue pela OAB

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

Representantes da OAB de Itajaí se reuniram nesta tarde, 19, com o prefeito Volnei Morastoni, técnicos da Fundação do Meio Ambiente – FAMAI e da Secretaria de Urbanismo da cidade para tratar sobre a criação de um projeto de arborização para o município. Na oportunidade, o presidente da OAB, Murilo Zipperer entregou o ofício elaborado pela Comissão de Direito Urbanístico e Planejamento Urbano da Subseção, que traz sugestões para implementar corredores verdes em Itajaí, com o objetivo de deixar a cidade mais agradável, mais bonita, com mais conforto térmico e menos árida.

No documento, a comissão sugere que sejam definidos os corredores verdes, analisadas quais as espécies mais recomendadas para a nossa região, o custo, faça um inventário das árvores já existentes e informe a comunidade sobre os benefícios que o plantio de árvores trará para os moradores e para o município.

Na conversa, o presidente da Comissão da OAB, Alexandre dos Santos Priess citou exemplos de locais brasileiros que hoje se destacam pela implantação de corredores verdes, como o projeto de São Paulo e da Companhia Energética de Minas Gerais, por exemplo. “ O encontro de hoje teve um resultado bem positivo, uma vez que a ideia dos técnicos e do prefeito é dar encaminhamento e concretizar ações nesta área e que realmente a população possa usufruir de uma cidade mais agradável para transitar. Há muitos espaços que no momento não há necessidade de intervenção do poder público em alargar calçadas, ou outra questão mais gravosa, e sim onde já é possível fazer esse plantio, o que irá interferir positivamente na vida da comunidade”, pontuou Priess.

O prefeito Volnei Morastoni solicitou aos técnicos para que analisassem o projeto entregue pela Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Itajaí e ver uma forma mais rápida de operacionalizar e lembrou que em sua gestão passada, ele plantava uma árvore todos os sábados e, do projeto Terra Natal, quando o município doava mudas para as mulheres que ganhavam os bebês. “ A gente precisa dar forma concreta para as coisas acontecerem. Temos que criar o programa e aproveitar as oportunidades para ir implantando”, explicou o prefeito.

Durante a reunião, a OAB lembrou da necessidade de criar o projeto de hortas orgânicas comunitárias, em terrenos ociosos. A prefeitura informou que um projeto piloto de horta comunitária está sendo desenvolvido no momento, no bairro Ressacada.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -