- PUBLICIDADE -

Município faz levantamento das pichações em Balneário Camboriú

Até agora, 620 fotos de pichações em locais públicos e privados já foram registradas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
PICHAÇÃO MATHEUS PETTER3
MATHEUS PETTER / Divulgação

Desde o dia 20 de janeiro, a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Sectur) está percorrendo Balneário Camboriú para fazer um levantamento do número de pichações na cidade. Até agora, 620 fotos de pichações em locais públicos e privados já foram registradas. As que estiverem em locais públicos serão removidas pela Secretaria de Obras. Já os imóveis privados com pichações, serão orientados para que, dentro de um prazo, façam a remoção da pichação.

O objetivo da remoção das pichações é diminuir a poluição visual nas vias públicas da cidade. Ao todo foram visitados os bairros Ariribá, Barra Sul, Praia dos Amores, Nações, Jardim Iate Clube, Vila Real e parte do Centro, da Rua 2.000 a 3.000. A partir dos próximos dias os bairros dos Municípios, Barra, São Judas Tadeu e o restante do Centro serão visitados para finalizar a lista. Após a conclusão a lista será encaminhada à Secretaria de Obras para tomar as devidas providências.

No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, de acordo com o artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais. A pena pode ser detenção de três meses a um ano e multa. Quem flagrar pichadores deve denunciar para a Ouvidora e Guarda Armada, pelos telefones 0800 644 3388 e 156, respectivamente.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -