Reclamações sobre o Ferry Boat serão levadas ao governador

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: DETER / Divulgação
Foto: DETER / Divulgação

Os serviços do ferry boat foram o tema da audiência pública realizada nesta quarta-feira (24), na Câmara de Vereadores de Itajaí. A discussão foi uma iniciativa das comissões de Obras e Serviços Públicos de Itajaí e Navegantes, principais emissoras de usuários do transporte. Falta de segurança e preços abusivos foram algumas das reclamações dos usuários. Agora, as reclamações devem ser levadas diretamente ao governador do Estado.

Além de vereadores dos dois municípios, a discussão contou com a presença da comunidade interessada; Nildo Texixeira – gerente de Transportes Hidroviários do Departamento de Transporte e Terminais de Santa Catarina (Deter); Rogério da Luz, gerente do Deter; do secretário de Desenvolvimento Regional de Itajaí, Claudir Maciel, que representou o Governo do Estado; e o deputado estadual Volnei Morastoni, entre outras autoridades.

Os principais problemas apontados foram dificuldades e burocracia na concessão do passe-livre, falta de segurança na travessia, o trânsito no entorno do ferry boat, altos preços, problemas no contrato com a empresa que presta o serviço e a limpeza do ferry boat.

Atualmente, o direito ao passe-livre na travessia dos pedestres, ciclistas e motociclistas é garantido por lei, mas, segundo a comunidade, o motociclista que não tem o veículo em seu nome ainda precisa pagar pelo transporte. Rogério da Luz, gerente do Deter garantiu que este problema já está sendo solucionado e os usuários já estão conseguindo a passagem sem custo.

Outro questionamento foi sobre a liberação do passe-livre para moradores de outras cidades da região. O deputado estadual Volnei Morastoni afirmou que este benefício só poderá ser alterado após uma modificação na lei, que atualmente restringe o benefício a Itajaí e Navegantes: “Devemos buscar o apoio do Governador e da Assembleia Legislativa”, comentou Morastoni.

Já sobre os questionamentos em relação ao contrato da empresa que administra o ferry boat, o secretário de Desenvolvimento Regional de Itajaí, Claudir Maciel, solicitou ao Deter que sejam fornecidas às comissões de Obras e Serviços Públicos de Itajaí e Navegantes as contas e composição de preços. “Estes dados devem ser avaliados por técnicos, não podemos trabalhar com suspeitas em relação a estes números”, disse o secretário.

“O principal objetivo hoje era justamente colher estas reclamações dos usuários, oficializar estas necessidades e agora por meio desta comissão mista vamos levá-las diretamente ao governador”, concluiu o presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos da Câmara de Itajaí, vereador Antônio Aldo da Silva – Tonho da Grade (PP).

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -