Escola de cães guia receberá área para sede de treinamento

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

No fim da tarde de ontem, quarta-feira, 16, o prefeito Edson Piriquito e o vice-prefeito, Cláudio Dalvesco, receberam representantes da Escola de Cães Guia Helen Keller. Estiveram presentes o presidente da entidade, João Nirto Diel, o secretário Paulo César Bernardes, o deficiente visual e surfista Elias Ricardo Diel, o Figue, com a cadela australiana Winter, que Figue usa para se locomover pela cidade.

Os representantes da escola solicitaram uma área do município para a instalação física para o treinamento dos animais. Segundo o presidente João Nirto Diel, a Escola de Cães Guia Helen Keller é uma das três do país que faz o treinamento de cães para os deficientes visuais. Diel explica que o treinador da escola, Fábio Pereira, é um dos poucos profissionais habilitados para este tipo de treinamento no Brasil.

Segundo dados apresentados pela escola ao prefeito, hoje no Brasil há mais de 1 milhão de deficientes visuais, mas apenas 60 deles possuem cães como Winter, treinados especificamente para o auxílio dos deficientes na rua. Segundo Elias Diel, o Figue, a chegada de Winter mudou sua vida. “Hoje tenho uma mobilidade muito grande para andar pela cidade, pegar ônibus, me locomover normalmente, isso aumentou muito minha auto estima e qualidade de vida”, disse o surfista.

Segundo o secretário da entidade, Paulo Bernardes, a Prefeitura doando uma área, a escola terá capacidade de construir um centro moderno de treinamento de cães em Balneário Camboriú. “A cidade será uma das únicas do país a ter o centro, a demanda reprimida é muito alta e atualmente treinamos cães improvisadamente em espaços de terceiros”, disse o secretário.

O prefeito Edson Piriquito disse estar entusiasmado com a possibilidade da escola ter um local próprio e prometeu não medir esforços para apresentar uma área boa para a instalação da escola. “Estarei chamando a equipe de patrimônio para conseguirmos uma boa área para a instalação da escola, o exemplo do Figue com a Winter, a mobilidade e força de vontade que ele tem, é estímulo para que outros deficientes possam ter o seu animal com treinamento aqui na nossa cidade”, disse o prefeito.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -