- PUBLICIDADE -

Arrancadão de Canoas Artesanais marca encerramento da Pesca da Tainha em Balneário Camboriú

O Arrancadão reuniu pescadores que representaram seis canoas de pesca de tainha do Estaleiro, Estaleirinho, Taquaras, Taquarinhas, Pinho e Laranjeiras

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

ARRANCADAO DE CANOAS FUNDAÇÃO CULTURAL 11 edited
Divulgação

Os pescadores artesanais de Balneário Camboriú participaram neste domingo (06) de uma gincana que marcou o encerramento da Pesca da Tainha 2017. O 1º Arrancadão de Canoas Artesanais reuniu 110 pescadores que representaram seis canoas de pesca de tainha do Estaleiro, Estaleirinho, Taquaras, Taquarinhas, Pinho e Laranjeiras. O evento reuniu um público de cerca de 300 pessoas durante todo o dia, que acompanhou as provas na Praia de Laranjeiras e a programação cultural e premiação no Barra Bar Hostel.

A atração principal foi o Arrancadão de Canoas, que deu nome à confraternização. A prova consiste em uma disputa entre duas canoas por vez, onde os pescadores à remo, tiveram que movimentar a canoa como se estivessem cercando a tainha. Os vencedores foram os camaradas da Praia do Pinho. Carlos Horácio, é morador da Barra, mas representou a equipe campeã da Praia do Pinho. “Foi uma festa bonita que valorizou a nossa cultura da pesca, fez as canoas se unirem, bem legal mesmo”, contou o pescador. Tarrafeada, cabo de guerra, versos por equipe, pescador mais velho, pescador mirim foram algumas das provas disputadas durante o dia.

A canoa “Campina” da praia do Estaleiro foi escolhida a mais bonita da competição. Orgulho para Manoel Nascimento Pedro, que utiliza a embarcação na pesca da tainha. “Pra mim foi uma iniciativa pras pessoas olharem para nós, pescadores artesanais, com um outro olhar, para que a gente passe essa tradição aos nossos filhos, netos e a pesca não venha a se acabar”, disse Manoel. “Eu pesco desde a idade de 18 anos, meu pai pescou na canoa e agora é vigia, e eu também sou olheiro. Então pra mim essa festa que valoriza a pesca é uma coisa muito maravilhosa. Foi um bom evento que fizeram pro nosso lugar”, disse o pescador da praia de Taquaras, Paulo Rocha, da canoa “Silva”.

Depois das provas, as equipes foram premiadas com troféu, medalha, camisetas, capa de chuva e ingressos para o Parque Unipraias e Barco Pirata. Também teve shows musicais e stand-up “As Aventuras de Darci”, com Moriel Adriano Costa. “Conseguimos alcançar nosso objetivo que era reunir os pescadores e seus familiares em uma confraternização. Com certeza ano que vem terá um Arrancadão de Canoas ainda melhor”, falou Joabe Linhares, que, em conjunto com Ronan Pinheiro e Laércio Demétrio, idealizou o evento.

O período da pesca da tainha teve início em 1º de maio e terminou em 30 de julho. O 1º Arrancadão de Canoas Artesanais foi realizado pelo Barra Bar Hostel e Colônia de Pescadores Z7, com apoio da Prefeitura de Balneário Camboriú, Fundação Cultural, Fundação Municipal de Esportes, Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e empresas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.