- PUBLICIDADE -

Boate gay é surpreendida por batida do conselho tutelar e policiais

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

levion

O Jornal Impacto, após varias denúncias de clientes sobre suposta aliciação de menores em uma balada GLS de Balneário Camboriú, resolveu investigar o caso que virou polêmica esta semana em BC.

Durante as investigações do jornalista Thiago de Souza, foi encontrado um site onde constava a cobertura de algumas festas promovidas pela boate Levion e seu proprietário Salvio Ramos, e nas fotos , dezenas de menores de idade, inclusive fazendo uso de bebidas alcoólicas. As fotos dos menores foram coletadas pelo jornalista, que foi atrás dos nomes, telefones e endereços de cada um. Em seguida, formou uma pasta com toda a denúncia e apresenou ao conselho tutelar de Balneário antes de denunciar via jornal.

O conselho tutelar de Balneário, que foi super atencioso com a redação do Jornal, acolheu de imediato a denúncia e rapidamente conseguiu junto ao juiz da vara de infância um mandato judicial para adentrar no sábado  na balada (Levion), em uma batida surpresa, para constatar a vericidade da denúncia feita pelo jornalista.

Acompanhado da policia, as conselheiras tutelares flagraram alguns menores dentro da mesma boate. As medidas tomadas no ato foi a de chamar os pais dos menores para buscarem os mesmos, e a boate foi advertida por desrespeitar o Estatuto da Criança e do adolescente.

Salvio Ramos e a boate Levion já foram temas de diversas outras denúncias, que ultrapassam as esferas de aliciadores de menores de idade, incentivo a pedofilia (a pouca vergonha acontece toda lá dentro entre menores e senhores), também a denúncias ainda não comprovadas de que rola tráfico de cocaína na mesma boate, além de vendas de bebidas alcoólicas a menores entre outros fatos criminosos.

De acordo com o departamento jurídico do Jornal, que também se amparou em uma conversa que teve com o Ministério Público, se for comprovado os desrespeito da boate Levion, e de seu proprietário Salvio Ramos ao Estatuto da Criança e do Adolescente, os mesmos deverão responder criminalmente e a boate poderá ser fechada. Quanto as demais denúncias, estão sendo investigadas, e se comprovadas Salvio deverá parar no xilindró, e dizem que lá quem mexe com criança acabado com fiofó ardido, pois nem mesmo os presos aceitam tamanho desrespeito com nossas crianças.

O impacto estará protocolando esta semana também, a denúncia na Prefeitura de Balneário Camboriú, que é responsável pelo alvará de funcionamento da boate Levion, para devidas providências administrativas por parte da prefeitura, e espera também providências  por parte do Ministério Público. Justiça seja feita, mexer com a dignidade de nossas crianças e adolescentes é digno de repúdio.

menores


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.