- PUBLICIDADE -

Leis que não pegaram em Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

O TERRI – Terminal Rodoviário Internacional de Itajaí está cobrando taxa de embarque de deficiente. Contrariando a lei 8899/94 que diz que deficiente físico é isento. Acionados pelo Vereador Dalmolin (PP), os contraventores informaram que podem cobrar sim e vão continuar cobrando. Dalmolin acionou a ANTT que já avisou que a lei tem que ser cumprida. Até lá, fica ao Deus dará.

Outra Lei que não pegou
Em 2006 o vereador Laudelino Lamim (PMDB), foi autor da Lei que determina que as agências bancárias de Itajaí devam ter área reservada para o carro de transporte de valores. A Lei foi sancionada pelo então prefeito Volnei Morastoni e dava um prazo de dois anos para os bancos se adaptarem e cumprirem a lei. Mas até agora nenhum banco se enquadrou a lei e nada é feito.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.