- PUBLICIDADE -

Famai alerta para critérios de recolhimento de animais em via pública

Fundação possui plantão de atendimento durante feriados, finais de semana e pontos facultativos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

animal resgatado famai
Arquivo

Animais em vias públicas sem dono que estejam debilitados podem ser recolhidos pela Fundação Municipal de Meio Ambiente de Itajaí (Famai), mediante denúncia da população. A Fundação também possui um plantão para atender às demandas durante os feriados, finais de semana e pontos facultativos, das 07h às 19h.

Mas atenção: nem todos os animais podem ser recolhidos pela Famai. A Fundação só atende às denúncias somente nas seguintes situações: fêmeas em trabalho de parto, gestante ou com crias; animais muito doentes e debilitados (que não consigam se locomover sozinhos); vítimas de maus tratos; atropelados e de risco para outrem por sua agressividade. Os animais também devem estar em vias públicas, pois não poder ser feito o recolhimento em áreas particulares.

Nesses casos, os bichinhos são encaminhados para a Unidade de Atendimento Provisório de Animais, onde receberão atendimento veterinário. O telefone para denúncias é o (47) 99931-7841 com Andréia, da Diretoria da Defesa Animal, da Famai.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.