- PUBLICIDADE -

Balneário Camboriú recebe visitantes da oktoberfest

Pela expectativa dos hoteleiros, a rede deve ter lotação de até 92% nos fins de semana

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Silvia Bomm / divulgação
Silvia Bomm / divulgação

Já é uma certeza entre as opiniões no trade da hotelaria. Os paulistas devem ser os destaques entre os visitantes em Balneário Camboriú, durante as festas de outubro que iniciaram nesta semana. Além dos paulistas, outros grupos nacionais reconhecem nessas comemorações étnicas, suas preferidas entre as festas populares do Brasil e por isso, acabam por movimentar a rede hoteleira, a cerca dos municípios que as promovem. A principal dessas festas é a Oktoberfest de Blumenau, que está em sua 33ª edição, acontece de 5 a 23 de outubro, e fica a 60 quilômetros de Balneário Camboriú. Pela expectativa dos hoteleiros, a rede deve ter lotação de até 92% nos fins de semana, reduzindo para aproximadamente 40% entre segundas e quintas-feiras.

Apesar do movimento mais baixo no meio da semana, o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário Camboriú, Hélio Dagnoni, acredita que este ano, em virtude de o feriado de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, cair na quarta-feira, será um motivo a mais para ampliar as expectativas. “A Oktoberfest é uma festa tradicional e a espera pelo turista é sempre muito positiva. Em consequência desse feriado, as pessoas costumeiramente emendam. Então nossa expectativa é muito boa. Os hotéis de Blumenau estão lotados, e por isso, vem muita gente para Balneário”, analisa Hélio. Ele disse que o clima de Oktoberfest é muito atrativo. “A festa desse ano deve superar a quantidade de pessoas do ano passado. O pessoal está passeando muito, está viajando, e isso nos deixa sempre confiantes”, pontua.

Essa opinião é compartilhada pela hoteleira e vice-presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, Margot Rosembrock Libório. “O evento é bastante tracional e nossa expectativa sempre é muito boa. Como é uma festa que está sempre se reinventando, sempre com novidades, a cada ano o seu público procura voltar, além dos que vem pela primeira vez”, analisa. Margot informa que eu seu empreendimento, os maiores grupos serão de paulistas, mas haverá visitantes do Rio de Janeiro, Paraná e do Rio Grande do Sul. “Atrai brasileiros de vários estados, por causa das tradições alemãs, que são super interessantes, e nós ganhamos com isso por estarmos perto de Blumenau”.

São três décadas de realização da maior festa alemã do Brasil. O gerente de hotel, Osny Maciel Júnior, diz que o evento atrai não menos que meio milhão de pessoas por edição. “A Oktober se consagrou como uma das principais e populares festas do Brasil. A gente sabe que o público cresce a cada ano. Desse meio milhão, nesses 18 dias de festa, 53,2% sao turistas de fora, basicamente. Como Blumenau não consegue comportar todos esses turistas, Balneário absorve grande número deles, principalmente pela nossa localização”, comemora.

Osny lamenta que a festa lote apenas nas sextas-feiras, sábados e domingos. “Necessitamos ainda de um trabalho para atrair turistas durante a semana, que é quando nossa demanda cai. Nos fins de semana nossa lotação passa dos 90%, mas durante a semana cai para faixa de uns 40% e a gente não consegue fazer a captação desses turistas”, coloca. A maioria dos hóspedes em seu empreendimento vem de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, além de alguns grupos gaúchos.

O hoteleiro Edison Sanfelice confirma o aumento da procura dos leitos em sua empresa, para ocupação a partir desse dia 9 e até 22 de outubro. Seus hóspedes festeiros virão de São Paulo e Minas Gerais e Rio Grande do Sul, mas os gaúchos ainda não fizeram a diferença. Em contrapartida, neste ano os baianos estão chamando a atenção e a festa deve ter neles um público diferenciado.

Em Balneário Camboriú, os grupos que chegam para o evento em Blumenau costumam aproveitar bem o litoral. “Eles fazem uma programação com Oktober, Beto Carrero, Unipraias, Cristo Luz e tem pessoas que ficam até seis noites. Elas não vão todas para a Oktober, procuram fazer os pontos turísticos de nossa cidade”, classifica Edison, complementando que o fim de semana, de 21 e 22 de outubro, deve ter ótima ocupação por ser o final da festa.

E para quem ficar em Balneário e quiser conhecer outras opções, há inúmeras opções entre casas noturnas, restaurantes, passeios, shoppings, zoológico e atrativos até para dias de chuva. “As pessoas fazem as atividades de rotina e a chuva não atrabalha”, garante o hoteleiro, garantindo a empolgação do folião da festa.

Para Antonio Félix, representante de uma agência de viagem que traz turistas para a cidade, o movimento está muito bom, mas abaixo do ano passado, pois seu público vem de transporte aéreo, e as passagens aumentaram muito em 2016. “Podemos recuperar esses clientes até o final da Oktober, porque a promoção está muito atrativa. Nossa demanda virá de São Paulo, Rio, Salvador, Natal e Recife. São números de clientes realmente muito bons, pois estamos trabalhando bastante”, finaliza Félix.

Além da Oktoberfest (a 60 km), outra festa fica nas imediações de Balneário Camboriú. A Fenarreco, de Brusque (a 42 km daqui), acontece de 6 a 16 de outubro e em Itajaí (a 10 km), será realizada em novembro a 30ª Marejada, de 10 a 15 de novembro.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.