- PUBLICIDADE -

Imprensa argentina destaca ‘insegurança’ em SC

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

A imprensa argentina destacou nesta terça-feira o número de ocorrências envolvendo turistas do país durante as férias em Florianópolis e litoral de Santa Catarina. A morte de um argentino durante uma tentativa de roubo, o assalto a uma pousada na região metropolitana da capital e o sequestro-relâmpago de um casal de turistas, na BR-282, foram qualificados por veículos do país vizinho, incluindo o diário Clarín, como motivos de “insegurança” para os veranistas.

O último caso de violência contra veranistas ocorreu na noite de segunda-feira. Um casal, que não teve a identidade revelada, foi rendido por três homens armados na BR-282, próximo à cidade de Joaçaba, a cerca de 340 km de Florianópolis. Os argentinos se dirigiam para Balneário Camboriú, onde passariam férias.

De acordo com informações da Polícia Civil, os argentinos foram rendidos enquanto trocavam o pneu do carro às margens da rodovia. Os dois ainda foram mantidos reféns em um matagal durante toda a madrugada. Os ladrões levaram cerca de US$ 1 mil, malas, pertences pessoais, telefones e cerca de 4 mil pesos argentinos (R$ 2 mil). Não há pistas sobre os criminosos, mas a hipótese levantada pelos investigadores é a de que os pneus do carro dos turistas tenham sido furados pelos próprios assaltantes, para obrigar a parada da dupla.

No final de semana, argentinos que estavam hospedados na praia da Pinheira, em Palhoça, foram surpreendidos por um roubo. Celulares, notebooks, dinheiro e pertences pessoais foram levados do local. Para jornalistas do país vizinho, os turistas argentinos são os “novos alvos” de assaltos em Santa Catarina.

A imprensa argentina ainda destacou que o governo do Estado anunciou medidas especiais de segurança para os turistas em visita ao litoral depois do assassinato ocorrido na semana passado. O argentino Raúl Baldo, 48 anos, foi morto em frente aos dois filhos e à mulher depois de flagrar um homem tentando arrombar seu carro.

Por: Fabrício Escandiuzzi


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.