- PUBLICIDADE -

Christina Barichello rechaça denúncia de Lucas Gotardo: ‘distorce e desinforma’

Vereador denunciou que o município amargou um prejuízo de quase R$ 67 mil ao não encerrar contrato de aluguel

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Tenha seu cabelo recuperado com o cronograma capilar do Studio Novo Estilo

O Studio Novo Estilo oferece a seus clientes a oportunidade de realmente ter seu cabelo recuperado

BALNEÁRIO CAMBORIÚ – A Secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social de Balneário Camboriú, Anna Christina Barichello, se pronunciou rechaçando a denúncia que o vereador Lucas Gotardo (Partido Novo) fez em tribuna livre durante a sessão da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, na sessão da última quarta-feira, 26.maio.2021.

Segundo a denúncia do vereador o município amargou um prejuízo de quase R$ 67 mil ao não encerrar o contrato de aluguel de imóvel que era ocupado pela Secretaria de Inclusão Social na Rua 2000.

Em nota, Barichello explica que, quando assumiu a Inclusão Social em agosto de 2018, verificou a impossibilidade de continuar a utilizar a sede da Rua 2000, já que seu aluguel pesava no orçamento da pasta e as condições do local não eram adequadas ao trabalho que seria desempenhado. “Informamos a proprietária que mudaríamos a sede, mas ela não aceitou o aviso vindo a exigir na Justiça uma reforma completa no prédio que já vinha sendo ocupado há quase 20 anos”, conta a secretária.

“A primeira mudança que fizemos, foi trazer a parte administrativa para o Centro de Convivência da Família, na Rua Itália, um bem próprio da prefeitura, portanto, sem pagamento de aluguel. Depois, trouxemos o resgate para o CREAS, também bem próprio da prefeitura. E, mais tarde. trouxemos o SIME para a Rua Itália. Nesse ínterim, decorreram sete meses em que os aluguéis não foram pagos por conta da judicialização da questão”, detalha Christina.

Barichello segue explicando que a decisão da justiça se refere apenas aos aluguéis que não foram pagos enquanto o processo rolava na Justiça, e que neste período o prédio foi utilizado pela Inclusão Social. “Então, a ‘denúncia’ do vereador não procede, ela apenas distorce e desinforma sobre fatos que já eram públicos a troco de demagogia”, rebateu, finalizando a nota.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Podcast CLT NÃO reestreia com Lucas Sorin neste sábado, 18

Diogo Barbosa conversa ao vivo com o atleta que foi diversas vezes campeão brasileiro e sul-americano na modalidade Sanda
- PUBLICIDADE -