Gelson Merisio invoca a ‘Força do Interior’ para manter equilíbrio entre as regiões catarinenses

Merisio defende maior investimento no setor da tecnologia também fora da Grande Florianópolis

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: Luis Gustavo Debiasi

Quem entrava no Parque da Efapi, em Chapecó, no evento que lançava o nome de Gelson Merisio como pré-candidato a Governador, lia em um grande telão “A força do interior”. Merisio, nascido em Xaxim, crescido em Xanxerê e depois em Chapecó, explicou que força é essa. “Pra quem é do interior, tudo sempre foi mais difícil. Sempre tivemos que nos virar sozinhos e sobreviver longe da estrutura do Estado. Mas foram justamente essas dificuldades que moldaram o nosso caráter. Aqui, quem não tem resistência para aguentar o repuxo, não se cria. E nós, meus amigos, nós aguentamos o tranco”.

E esse é o tom que Merisio tem trazido, de que agora é a vez do interior catarinense ter oportunidade de ampliar as suas vocações, em especial com um crescimento alinhado à inovação. Apesar da Capital ainda liderar o setor da tecnologia, por exemplo, várias outras cidades de outras regiões têm se destacado por iniciativas próprias. Joinville, Blumenau e Chapecó estão entre as cidades com maior concentração de Startups do país, segundo um levantamento da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Mesmo sem os mesmos incentivos de Florianópolis, o empreendedorismo nas regiões fora do litoral se destaca. “Criatividade e inovação são vocações de Santa Catarina”, defendeu Merisio.

Na área de exportações, o interior também mostra sua força. A região Oeste, por exemplo, lidera o setor na produção agrícola e agropecuária do estado. O setor agroalimentar é quase metade dos produtos catarinenses exportados.

A região do Vale do Itajaí se destaca com sua a indústria têxtil, além de cristais finos e recentemente com os investimentos em indústria de softwares, com sedes próprias em Blumenau, e o segundo maior complexo portuário do país, na foz do rio. Já a região Sul sedia as principais fábricas de cerâmica de revestimento do Brasil.

Na região da Serra catarinense, destacam-se a indústria madeireira e papeleira, além é claro do potencial turístico que cresce a cada ano.  Já o Norte abriga o mais importante parque industrial do estado. A cidade de Joinville sozinha é o terceiro maior polo industrial do Sul do Brasil, abrigando diversas empresas, inclusive a Fundição Tupy, a maior do mundo em seu segmento.

“Quem de nós não tem um pai, mãe, tios, avós, um bisavô que viveu ou vive nesse interior que habita o coração de todos nós? Onde o fogão a lenha está sempre aceso e a porta da casa sempre aberta para receber os amigos. Onde os vizinhos se ajudam e palavra dada é palavra dada, não se volta atrás. Esse interior está na alma de cada um de nós”, lembra Merisio.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -