Com candidatos definidos, os dois maiores partidos de SC largam empatados na disputa

Merisio (PSD) foi quem mais cresceu; Bauer (PSDB) perde intenção de votos

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Imagem ilustrativa

O cenário para as próximas eleições começa a ficar mais claro em Santa Catarina. E a intenção dos eleitores também. Uma pesquisa contratada pelo Grupo RIC e pela ADI (Associação dos Diários do Interior) mostra em quem os catarinenses pensam em votar para governador do Estado. O grupo havia publicado outra pesquisa em novembro e os números mudaram nos últimos meses. No cenário mais provável, com Mauro Mariani (MDB), Gelson Merisio (PSD), Décio Lima (PT) e Leonel Camasão (PSOL), os três primeiros aparecem tecnicamente empatados.

Gelson Merisio, pré-candidato do PSD, foi quem mais cresceu desde a última pesquisa. Em novembro, ele tinha 8%. E agora aparece com 14,5%. E o pessedista mantém-se com a menor taxa de rejeição, fato que já aparecia no outro levantamento. Como é a primeira eleição que Merisio disputa uma majoritária – a eleição para os cargos de governador ou senador -, Merisio tinha o desafio de se apresentar à população e ser mais conhecido fora da sua região de origem, o Oeste catarinense. De forma consistente e constante, ele tem somado mais votos a cada nova pesquisa.

Na primeira pesquisa, Mauro Mariani e Décio Lima apareciam empatados com 11,6%. Pela margem de erros, eles continuam tecnicamente empatados, Mariani agora com 16,4% e Décio com 14,1%, representando um pequeno aumento nas intenções de votos.

Em outro cenário, aparece Paulo Bauer (PSDB), que caiu de 29% para 25%. No começo do mês, Bauer virou réu acusado de ter recebido R$ 11,5 milhões em doações não-contabilizadas na campanha a governador de Santa Catarina em 2014. Esse parece ter sido o fato que mais afetou suas intenções de voto. Bauer afirma no entanto que vai continuar na disputa ao governo nesta eleição.

A pesquisa questionou ainda sobre as intenções de voto para Eduardo Pinho Moreira (MDB), mas que se retirou recentemente da corrida eleitoral e deve apoiar o colega Mauro Mariani.

Sobre a pesquisa
A pesquisa foi realizada pela Lupi e Associados – Pesquisa e Marketing, contratada pelo Grupo RIC e pela ADI. Foram ouvidos 1.100 eleitores em sete mesorregiões de Santa Catarina – Grande Florianópolis, Norte, Oeste, Meio Oeste, Planalto Serrano, Vale do Itajaí e Sul -, em 82 municípios, entre os dias 15/06 a 21/06. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada sob o número 05104/2018 no TRE-SC.

COMPLICOU PARA O TUCANO!O pré-candidato ao governo do Estado é acusado de ter recebido R$ 11,5 milhões em doações não-contabilizadas na campanha a governador de Santa Catarina em 2014.

Posted by Click Catarina on Friday, June 8, 2018

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -