- PUBLICIDADE -

Gelson Merisio fala de segurança como aliada do turismo em sabatina na sede da AMFRI

Um novo modelo para a Educação também teve destaque nas intervenções dos participantes junto ao pré-candidato a governador

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Gelson Merisio Sabatinado em Itajaí
Foto: Luis Gustavo Debiasi

Lideranças e jornalistas dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí participaram na manhã desta quinta-feira (12) da Sabatina Regional promovida pelo deputado Gelson Merisio, pré-candidato do Governo do Estado pelo PSD. Na abertura, Merisio reconheceu que atualmente, quase sempre as pessoas têm razão para “jogar pedra” em políticos. “O processo democrático brasileiro permite um recall completo, mas para isso é preciso ter opções. Por isso estou à disposição aqui hoje”, disse.

Entre os questionamentos dos participantes, a Segurança Pública foi um dos assuntos mais frequentes. Para o deputado, esse deve ser o tema central nas prioridades do próximo Governo. Merisio acredita que Santa Catarina pode se tornar uma referência para o Brasil em Segurança Pública desde que catalise os recursos para essa área e invista em tecnologia e aumento do efetivo. “O policial tem apego à farda. Quando não consegue dar a resposta que a sociedade precisa, ele se sente incapaz. Até mais que o salário, é o processo tecnológico que vai empoderar esses profissionais. E para isso é preciso recurso, senão ficamos no discurso”. Quando fala de recursos, Merisio prevê R$3 bilhões nos primeiros anos, dinheiro que virá também de um enxugamento profundo nas estruturas administrativas.

Questionado sobre turismo, Merisio manteve a relação com a questão da segurança. “Turismo também passa por segurança. Quando conquistarmos a grife do lugar mais seguro do Brasil, daremos um passo gigante. Belezas naturais nós já temos”. O deputado defende que a organização do turismo é uma atividade econômica; o Governo tem que criar as condições de infraestrutura, mas não se envolver com a gestão. “Temos que delegar essa parte da organização e da construção do produto para quem entende. Não adianta o Estado querer abraçar tudo e não fazer bem feito”, explicou.

Merisio defendeu ainda a valorização dos professores da rede pública: “O salário de um professor não pode ser menor que o de um policial. Na pior das hipóteses tem que ser igual – com todo o respeito que tenho à Polícia”. Para ele, além da questão salarial, é necessário dar atenção à relação aluno-professor, também com a adoção em massa de tecnologia. “Passa por reinventar nosso modelo de ensino para elevar a autoestima do professor e transformar sua relação com o aluno. Vamos construir isso ouvindo quem entende”, disse.

Inclusão pelo esporte, modelo de administração regional e política de benefícios fiscais também estiveram em discussão na Sabatina, que está disponível na íntegra em http://bit.ly/aovivoITAJAI

Participaram os deputados estaduais Darci de Matos, Cesar Sousa Jr e Jean Kuhlmann, o ex-deputado Amilcar Gazaniga e o vice-prefeito de Itajaí, Marcelo Sodré, além de representantes empresariais, do esporte e da educação.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.