- PUBLICIDADE -

Ex-prefeita de Camboriú, Luzia Coppi (PSDB), sai da cadeia após cinco dias presa

Ela é uma das investigadas na Operação Terra Prometida, deflagrada pelo Gaeco

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

luzia
Reprodução

A ex-prefeita de Camboriú, Luzia Coppi (PSDB), presa desde a última sexta-feira (30) no cadeião do Matadouro, em Itajaí, foi solta nesta terça-feira (4) devido a expiração da prisão temporária de cinco dias.

Também foi preso temporariamente na última sexta, o ex-vereador Alexsander Alves Ribeiro (PPS), o Canídia, mas não há a confirmação de sua soltura até o momento desta publicação. A ex-prefeita e o ex-vereador são investigados na Operação Terra Prometida deflagrada pelo Grupo Especializado de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Além deles, outras oito pessoas também foram presas: o ex-prefeito de Ilhota, Daniel Bosi – liberado na quinta-feira (29) -, os empresários Gelson e Gilson Laffitte e o ex-vereador Márcio Aquiles da Silva – que também deixaram a prisão -, o vereador Antônio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PR), o ex-vereador Carlos Alexandre Martins, o Xande (Solidariedade), e o ex-secretário da Fazenda, Sérgio Venâncio – que seguem detidos.

Os presos na operação são suspeitos de crimes como concussão, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. A investigação começou em 2015, depois que o Gaeco de Itajaí recebeu a informação de que vereadores de Camboriú estariam recebendo vantagens indevidas para alterar o Plano Diretor do município, beneficiando empresários do ramo imobiliário. Cerca de 60 pessoas são investigadas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.