Denúncias contra Piruka são arquivadas pelo Ministério Público e Conselho de Ética

A decisão do Conselho de Ética pelo arquivamento, acompanha a decisão do Ministério Público

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

O vereador Leonardo Piruka (PP).

O Conselho de Ética da Câmara de Vereadores arquivou as denúncias feitas contra o vereador Leonardo Piruka (PP), de tomar parte do salário de um ex-funcionário e comprar votos com cestas básicas. A decisão pelo arquivamento, já devidamente protocolada, acompanha a decisão do Ministério Público, que encaminhou a notificação ao legislativo na última terça-feira (9).

Leandro Vieira Silva havia formalizado as denúncias na Câmara e no Ministério Público, protocolando um documento com 102 páginas, contendo supostos diálogos feitos no WhatsApp. Piruka, na ocasião, se defendeu dizendo que as acusações eram falsas e que Leandro estava tentando extorquí-lo.

Dias depois Leandro voltou atrás, retirando as denúncias, alegando tudo ser mentira. Segundo o próprio ex-funcionário, ele estava bravo por ter perdido o emprego e queria dar um susto em Piruka, mas ficou assustado com a repercussão que a história tomou.

Após a retratação de Leandro e o arquivamento do inquérito pelo promotor Jean Michel Forest, o Conselho de Ética decidiu não mais levar a denúncia em frente. O relatório com a decisão deve ser lido na sessão legislativa da próxima terça-feira (16).

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -