- PUBLICIDADE -

Câmara acata denúncia contra o vereador Elton Garcia

Elton Garcia é acusado de tomar para si parte do salário de seus assessores

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
(Márcio Gonçalves/CVBC/Click Camboriú)
(Márcio Gonçalves/CVBC/Click Camboriú)

Na reunião ordinária desta terça-feira (17), os vereadores aceitaram a denúncia apresentada pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Legislativo de Balneário Camboriú, em desfavor ao vereador Elton Garcia (PMDB), acusado de tomar para si parte do salário de seus assessores.

O plenário acatou pela unanimidade dos vereadores presentes, a denúncia apresentada sob o Protocolo 1528/2015 pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, em desfavor ao vereador Elton Garcia (PMDB), por incidir na infração prevista no art. 34 da Lei Orgânica Municipal.

Estavam impedidos de votar o denunciado; os membros do Conselho, composto pelos vereadores Marcelo Achutti, Claudir Maciel e Eduardo Torto Meneghelli; e o presidente do Legislativo, vereador Nilson Probst.

Na sequência a ex-vereadora mirim, Danúbia Pilla, efetuou o sorteio dos membros para compor a Comissão Parlamentar Processante, entre os oito vereadores desimpedidos, sendo sorteados os parlamentares Leonardo Piruka (PP), Moacir Schmidt (PSDB) e Elizeu Pereira (PR).

A sessão foi interrompida para que os três vereadores se reunissem e elegessem o presidente, relator e membro da Comissão. A Comissão Parlamentar Processante ficou constituída pelo vereador Moacir Schmidt como presidente; vereador Leonardo Piruka, relator, e o vereador Elizeu Pereira, membro.

O processo seguirá os termos do Decreto Lei 201/1967 e do artigo 214 do Regimento Interno da Câmara, que dispõe ao presidente da Comissão iniciar os trabalhos dentro de cinco dias, notificando o denunciado, com a remessa de cópia da denúncia e documentos que a instruírem, para que, no prazo de dez dias, apresente defesa prévia, por escrito, indique as provas que pretender produzir e arrole testemunhas, até o máximo de dez.

Após decorrido o prazo de defesa, a Comissão Processante emitirá parecer dentro de cinco dias, opinando pelo prosseguimento ou arquivamento da denúncia, o qual, neste caso, será submetido ao Plenário.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -