- PUBLICIDADE -

Homem é seguido por bandido após sacar dinheiro e acaba morto com dois tiros

Vítima foi assassinada na garagem de casa após sacar valor referente à rescisão de contrato trabalhista

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
latrocino em Camboriu
Divulgação

A Polícia Militar de Camboriú foi acionada para ocorrência de homicídio na tarde desta quarta-feira, dia 02 de janeiro, na Rua San Marino, no Bairro Santa Regina. No local, os policiais militares encontraram o corpo de um homem de 54 anos, dentro do seu veículo, com marcas de disparos de arma de fogo.

Dois projéteis foram encontrados na cena do crime, um no interior do veículo e outro no chão, próximo ao carro. O assassinato ocorreu por volta das 14h, mas o homem foi encontrado morto somente por volta das 17h30, pela própria esposa.

O crime deve ser tipificado como latrocínio, pois o autor do crime teria levado consigo R$ 6 mil reais que a vítima havia sacado no banco, oriundos de uma rescisão de contrato de trabalho. Antes de morrer, a vítima ligou para a esposa para informar que havia realizado o saque. A suspeita é de que o criminoso tenha seguido a vítima, do banco até sua casa, onde foi abordado ao entrar na garagem.

A Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local, realizando os procedimentos cabíveis.

Este é o primeiro homicídio de 2019, no município que teve 15 mortes violentas apenas no primeiro semestre de 2018. O portal da SSP ainda não traz os números totais de assassinatos cometidos no ano passado, mas o Click Camboriú noticiou outros sete homicídios no segundo semestre, contabilizando ao menos 22 mortes violentas na capital do mármore.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -