- PUBLICIDADE -

Sequestro na Praia Brava termina com acidente e bandido morto no Paraná

Um dos ocupantes do veículo foi ejetado e morreu; Vítima estava presa na caçamba da caminhonete

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

sequestro na praia brava
Divulgação

Um sequestro que iniciou na Praia Brava de Itajaí não terminou bem para os bandidos nesta sexta-feira (27). Um deles morreu em um acidente quando fugiam em direção ao Paraná.

O roubo, seguido de sequestro relâmpago, teve início na Praia Brava de Itajaí, mas a perseguição policial só começou no Paraná, após o recebimento de diversas denúncias sobre direção perigosa de uma Amarok na pista sentido Curitiba da BR-376. Os policiais rodoviários federais tentaram fazer a abordagem do veículo, mas o motorista não obedeceu à ordem de parada.

De acordo com a PRF, o condutor, ao acessar o viaduto de entrada para Tijucas do Sul, perdeu o controle da caminhonete e bateu contra a mureta. Um dos ocupantes do veículo foi ejetado e morreu. A caminhonete parou apenas depois de bater contra outra mureta.

Foi quando a equipe da PRF verificou que o dono do veículo estava preso na caçamba da caminhonete. Ele teve apenas lesões leves.

A vítima do sequestro ainda identificou outro ocupante da caminhonete, que foi preso. Os policiais rodoviários federais ainda apreenderam uma pistola usada no crime. O nome do assaltante morto e do sobrevivente não foram informados.

A polícia Militar de Itajaí não chegou a ser avisada do crime.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.