- PUBLICIDADE -

Menor é apreendido após furtar casa; Solto, furta outra casa, é apreendido e solto novamente

"De que adianta patrulhar e prender sempre os mesmos?", indagou o tenente Tiago Ghilardi

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191

Polícia Militar / divulgação
Polícia Militar / divulgação

Na noite desta segunda-feira (4), por volta das 21h30min, uma guarnição da Polícia Militar foi empenhada para atender ocorrência de furto em uma residência na Rua Londres, em Camboriú.

No local os policiais militares encontraram um adolescente dentro da casa. Ele estava com uma mochila repleta de itens furtados: ferramentas, celular, pares de calçados, pilhas e uma caixa com moedas antigas.

Os vizinhos informaram que a dona do imóvel estava viajando. O rapaz confessou aos policiais militares que estava lá para cometer o furto. Ele foi apreendido na semana passada pelo mesmo crime. Já possui passagens por furto e roubo.

Desabafo

“Ainda hoje estará novamente nas ruas. Será liberado para um parente”, disse o tenente Tiago Ghilardi em um comunicado compartilhado com a imprensa, intitulado: “Onda de furtos – será que a Polícia Militar é responsável?”

“Como garantir a segurança dos cidadãos dessa maneira? De que adianta patrulhar e prender sempre os mesmos? Qual incentivo o policial, que trabalha diuturnamente, tem em ver que seu trabalho não soluciona os problemas que todos exigem que ele resolva? Qual objetivo de se falar em onda de furtos, já que os presos furtando nunca ficam presos? Como atribuir os índices desses crimes à falta de ação da polícia militar?”, indagou.

“Todas essas perguntas ficarão sem respostas. O que podemos afirmar é que, mesmo após a liberação do rapaz conforme a lei determina, estaremos de volta às ruas patrulhando e novamente apreendendo ou prendendo qualquer um que resolva infringir a lei, ainda que não sejamos reconhecidos por isso”, desabafou o tenente.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.