Estelionatário é preso ao aplicar golpes envolvendo a Petrobras

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

João Carlos de Aquino

Uma equipe de Policiais Civis das Delegacias de Penha e de Balneário Piçarras prenderam em flagrante João Carlos de Aquino, 36 anos, por estelionato e tentativa de furto, em ação realizada na última segunda-feira (2), em Itajaí.

Aquino estava hospedado em um hotel da cidade quando foi detido pela Polícia. Ele havia chegado na região há aproximadamente um mês, e se passava por técnico de uma empresa especializada em ministrar cursos, voltados à trabalhadores de prestadoras de serviços à Petrobras. O estelionatário afirmava às vítimas, que uma multinacional, chamada Subsea7, com sede em Niterói, no Rio de Janeiro, pretendia fundar uma filial em Itajaí, e que estaria contratando pessoas. Para participar da seleção, o candidato à vaga teria que realizar um curso custando R$ 768,00.

No momento da prisão, Aquino tentava aplicar o golpe à outras pessoas. No quarto do hotel onde ele estava, foram encontrados diversos cartões bancários, carteiras de trabalho e documentos de identidade, todos em nome de terceiros. Ele já havia agido nas cidades de Macaé, Rio das Ostras, Mangaratiba, Petrópolis, e na Capital do Estado do Rio de Janeiro, além de Vitória, no Espírito Santo. No Vale do Itajaí, foram três vítimas do golpe.

Aquino também causava prejuízos aos hotéis onde se hospedava. Se passando por sócio de uma empresa fictícia, emitia ordens de pagamento para cobrir as diárias. Em um dos estabelecimentos, em Mangaratiba (RJ), o valor chegou a R$ 10 mil. Durante a prisão, a Polícia encontrou em uma de suas malas, objetos de propriedade do hotel em Itajaí, e que seriam furtados. A conta já somava aproximadamente mil reais, entre diárias e serviços.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -