- PUBLICIDADE -

Polícia Civil esclarece homicídio ocorrido em Itapema

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Itapema, com o apoio dos Policiais de Palhoça e Lages, esclareceu homicídio ocorrido em Itapema.

Após oito meses de investigação, a Polícia Civil de Itapema, através das informações prestadas pelos Agentes de Palhoça e Lages, elucidou um homicídio motivado por uma provável cobrança de dívida.

O caso

No dia 04 de janeiro de 2010, por volta das 16:00h, no bairro Areal, em Itapema, Salmo Moreira foi morto com um tiro na cabeça, após ter sido atraído para o local com uma suposta proposta de trabalho. A emboscada foi tratada por telefone, sendo uma mulher o interlocutor, mas o executor um homem que pilotava uma motocicleta.

Através de uma requisição judicial, houve a interceptação do telefone móvel dos acusados. Todavia, nunca mais foi usado, e o cadastro era de uma senhora falecida há cerca de 20 anos.

Foi solicitada então, a listagem de ligações anteriores, e observou que havia muitas ligações para moradores de Palhoça, especialmente para a mãe do foragido Cleber Alberto Santos Rosa, preso no dia 15 janeiro 2010, naquele município, pela posse de um revólver calibre 38 e por estar foragido do Presídio de São Pedro de Alcântara.

A Polícia chegou até Cleber, após uma testemunha ter reconhecido suas características físicas e, localizada a ex- companheira de Rosa, que finalmente confessou que estava presente no dia dos fatos, sendo a pessoa que atraiu a vítima para o local do crime.

A motocicleta utilizada no crime também foi localizada.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.