- PUBLICIDADE -

BC receberá cerca de 500 câmeras de monitoramento

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

MG 9051Na manhã desta terça-feira, 4, o prefeito de Balneário Camboriú, Edson Renato Dias (Piriquito), assinou a ordem de serviço para o início dos trabalhos de instalação das câmeras de monitoramento com rede própria de fibra óptica no município. Cerca de R$ 6,2 milhões estão sendo investidos no sistema que contará com aproximadamente 500 câmeras.

Para Piriquito este monitoramento irá auxiliar a força municipal de segurança. “Estamos inovando o conceito de segurança integrada. Balneário Camboriú se tornará referência para o Estado”, disse ele. O prefeito também lembrou que no dia de ontem, 3, a Guarda Municipal iniciou suas atividades, frisando que a integração da segurança municipal em parceria com as polícias Militar e Civil está trazendo resultados satisfatórios, já que a grande prova disso é a boa receptividade da comunidade.

O secretário de Segurança Nilson Prosbt ressaltou a ousadia do projeto. “Estamos muito felizes com esse novo momento que está vivendo a segurança municipal e temos certeza que as câmeras contribuirão ainda mais com nosso município”.

Segundo o representante da empresa Focalle Engenharia Viária, José Dagostini Neto, a primeira etapa para a instalação das câmeras de monitoramento iniciam ainda nesta semana, sendo que está previsto para os próximos seis meses a instalação da central de monitoramento e de 51 câmeras, que serão colocadas nas entradas e saídas da cidade.

A cerimônia que aconteceu no gabinete do prefeito, contou com a presença do vice-prefeito Cláudio Dalvesco, do diretor da Guarda Municipal, Adélcio Bernadino, do presidente do Legislativo Orlando Angioletti, dos vereadores Marcos Kurtz, Roberto de Souza Júnior e Dão Koerddermann, do comandante da 3° Região da Polícia Militar, coronel José Pires, do comandante do 12° Batalhão de Polícia Militar, coronel Cláudio Koglin, do delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), Daniel Garcia e do delegado da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) Renato Heinz.

Projeto
O projeto visa instalar aproximadamente 500 câmeras, por um sistema na transmissão de dados através da instalação de uma rede de fibra óptica. O custo de implantação será de cerca de R$ 6,2 milhões, sendo que o sistema irá desonerar os cofres públicos do pagamento de mensalidade às empresas proprietárias da rede de transmissão já existentes na cidade.

As câmeras OCR farão o escaneamento das placas dos veículos que entram e saem do município, apurando a situação legal e a possibilidade de sinistros e somarão ao trabalho já executado pela vigilância do Estado, abrangendo diversos prédios públicos e praças. A central de monitoramento ficará na Secretaria de Segurança e será essencial para o trabalho da Guarda Municipal e dos Agentes de Trânsito. Na primeira etapa do projeto a central contará com 20 pessoas para trabalhar no monitoramento das câmeras, sendo que este número aumentará conforme a instalação dos equipamentos.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.