- PUBLICIDADE -

Codetran fará teste de armas não letais

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

A Coodenadoaria de Trânsito de Itajaí, Codetran, fará nesta quinta-feira (17) a demonstração e o teste das Tasers, armas não-letais que imobilizam a pessoa através de uma descarga elétrica. O procedimento está marcado para iniciar 9h, na sede da Codetran, localizada na Rua Blumenau, nº 1500 e deverá contar com a presença de representantes do Exército Brasileiro e da empresa fabricante.

O Coordenador da Codetran, José Alvercino afirma que os Agentes de Trânsito só utilizarão o taser de forma defensiva ou em casos extremos de resistência, durante uma blitz, por exemplo. “O uso dos tasers pretende resguardar a integridade dos agentes e aderir à ideia do uso de armas não letais, que trazem mais segurança”, esclarece.

Um grupo de 60 Agentes de Trânsito receberá capacitação ministrada por um instrutor certificado pela fábrica Taser. O curso abordará noções teóricas e práticas para a utilização das 30 armas que serão adquiridas pela Secretaria de Segurança, através da Codetran.

Ao ser disparado, o taser libera dardos que emitem ondas “T”, semelhantes às ondas cerebrais, paralisando por até 15 segundos a pessoa atingida. Uma outra vantagem é a possibilidade de identificar cada disparo realizado pela arma, através de um programa de registro e do número de série específico.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.