- PUBLICIDADE -

Unidades de Saúde já disponibilizam vacina contra o HPV para meninos, em Itajaí

Além das meninas, Ministério da Saúde estendeu a imunização para os adolescentes de 12 e 13 anos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

vacina hpv
Arquivo Secom/Rafaela Martins

As Unidades Básicas de Saúde de Itajaí iniciaram nesta semana a vacinação gratuita contra o papilomavírus HPV em meninos. A campanha oferece doses da vacina para adolescentes de 12 e 13 anos.

O objetivo é proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus – doenças que estão diretamente relacionadas ao HPV. Além dos garotos, também receberão doses as meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses recomendadas. Até então, a faixa etária atendida era dos nove aos 13 anos.

Meninos e meninas podem ser vacinados nos postos de saúde do município. Porém, por questões técnicas, moradores do bairro Santa Regina devem se dirigir à Unidade Básica do Espinheiros; os adolescentes do Dom Bosco devem fazer a vacina no posto da Univali; e a comunidade do Brilhante terá a vacina disponibilizada na unidade do Limoeiro. A mudança de local é temporária.

A vacina do HPV na rede pública para os meninos é a quadrivalente, ou seja, a mesma que já é oferecida desde 2014 pelo SUS para as meninas. Ela confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV e tem 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal. Ao todo, os adolescentes devem fazer duas doses da vacina, com intervalo de seis meses entre elas. Em Santa Catarina, 111 mil jovens precisam se vacinar.

A faixa etária de vacinação de 12 e 13 anos foi definida para proteger os meninos antes do início da vida sexual. Segundo o Ministério da Saúde, estudos mostram que a inclusão do público masculino contribui para diminuição dos casos de câncer de colo do útero e de vulva nas mulheres.

“É importante que todos os meninos façam a vacina o quanto antes para se proteger da doença, que pode ser considerada uma DST”, comenta a diretora de Vigilância Epidemiológica de Itajaí, Sandra Regina Batista Ávila.

Já os portadores do vírus HIV têm faixa etária mais ampla de vacinação, dos nove aos 26 anos. Para esse público devem ser feitas três doses da vacina do HPV. É necessário ainda apresentar a prescrição médica no posto de saúde.

Sobre o HPV

O HPV é transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual desprotegida. Pode ainda ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Não há cura para o vírus, mas ele pode ser controlado. Quando não é tratado, torna-se a principal causa do desenvolvimento do câncer de colo do útero – segundo tipo que mais mata mulheres no país.

Nos meninos, a vacina protege principalmente contra os cânceres de garganta e de boca, que são o sexto tipo de câncer mais comum no mundo com 400 mil casos ao ano e 230 mil mortes. Além disso, mais de 90% dos casos de câncer anal são atribuídos à infecção pelo HPV.

Meningite C

Outra vacina que foi estendida para o calendário da rede pública é contra a Meningite C. Agora podem tomar a dose meninos e meninas de 12 e 13 anos. Anteriormente, ela era aplicada apenas em crianças aos três, cinco e 12 meses. A intenção é reforçar a eficácia da vacina, pois com o passar dos anos pode haver diminuição da proteção.

A meningite C é o subtipo mais frequente da doença e representa cerca de 60% a 70% dos casos. Ela é considerada grave e de rápida evolução, e a vacina é a principal forma de proteção.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.