- PUBLICIDADE -

Itajaí terá sua primeira pós-graduação na área da Diversidade Etnicorracia

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Novidade faz parte da programação do Dia da Abolição na cidade.

13 de maio é um dia de reflexão em todo o país, data da Abolição da Escravatura. Em Itajaí as Secretarias de Relações Institucionais e Temáticas e de Educação, promovem na data uma palestra com o organizador central do livro “Desigualdades Raciais, racismo e políticas públicas 120 anos após a abolição” Mário Theodoro. Também será lançada a primeira pós-graduação da cidade na área da Diversidade Etnicorracial, promovida pela Aupex de Itajaí – Assessoria Universitária Pedagógica de Extensão.

O evento será no Auditório do Porto na próxima quinta-feira (13) às 19h30. Toda a sociedade está convidada a participar desta noite de reflexão.

A Lei Áurea e seus reflexos na sociedade

No dia 13 de maio de 1888 a princesa Isabel assinou a Lei Aúrea. Durante muito tempo a interpretação histórica ou popular para este dia era motivo de festa, mas hoje já não é bem assim. “Sabe-se que o gesto da princesa aconteceu por conta de um contexto em que o modelo econômico brasileiro buscava de industrialização e consequentemente a formação de outro sistema de mão-de-obra. Com o seu gesto, Isabel acabou com uma instituição vergonhosa (a escravidão) que durou três séculos, mas apenas de forma legal, pois nenhum tipo de amparo foi dado a quem até então trabalhava sem receber nada e ainda sujeito a maus tratos” explica a Assessora de Assuntos Temáticos e Presidente do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnicorracial, Graziela Cristina Gonçalves.

Com a assinatura da Lei Áurea terminava uma etapa de sofrimento para a população negra e começava uma outra saga para garantir a sobrevivência em um país que passava a considerar seus integrantes libertos, mas sem tratamento de cidadãos, algo que tem seus efeitos nocivos até hoje. “Por isso o dia de celebrar a cidadania negra passou, a partir do nascimento dos movimentos negros políticos organizados, a ser 20 de novembro. O 13 de maio virou mais uma data para reflexão” fala Graziela.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.