- PUBLICIDADE -

Black Friday: Procon dá dicas para fazer bons negócios

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

black friday
Foto: Celso Peixoto

O comércio varejista online se aquece e está otimista devido a aproximação da quinta edição da Black Friday no Brasil, marcada para o dia 28 de novembro (sexta-feira). Durante a Sexta-feira Negra, o consumidor tem a possibilidade de comprar produtos e serviços com descontos que variam de 50% até 80%. Antes de cair na tentação dos preços baixos, é importante estar alerta para alguns detalhes importantes antes de negociar, e seguir as orientações do Procon, que visam garantir a defesa dos direitos do consumidor.

A diretora do Procon BC, Ornella Cristine Amaya, salienta que o consumidor jamais deve comprar nos sites cadastrados na “lista negra” do Procon de São Paulo, que pode ser acessada por este link http://goo.gl/IQDRPL. “Comprar em sites que já conheça ou que terceiros já tenham comprado e não tiveram nenhum empecilho é uma boa dica”, acrescenta. É importante verificar se no site constam dados da empresa como endereço, telefone e Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

 

Pesquisar é o melhor negócio

Antes mesmo de verificar se o site que deseja comprar produtos ou serviços é seguro, o Procon indica que seja realizada uma pesquisa de preços no site e em outras lojas online e físicas, que não estejam participando da ação, na mesma data. Dessa maneira é possível verificar se a promoção realmente é vantajosa.

Além da pesquisa, o Procon orienta que o consumidor analise se realmente necessita do produto que está procurando, a fim de evitar o consumo impulsivo e dívidas que não poderá assumir posteriormente. A diretora do Procon explica, que o consumidor deve se questionar se realmente necessita daquele produto, e se possui reserva em seu orçamento para o valor do mesmo. “A compra deverá ser concretizada caso ambas as respostas forem sim”, completa.

Após realizada a compra, é importante que o consumidor fique atento aos seus direitos. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) garante o direito de arrependimento para as compras realizadas pela internet, ou seja, o consumidor poderá desistir da compra após sete dias do pagamento ou recebimento do produto, sem ser penalizado por isso. O Procon orienta nos casos em que o consumidor observe que não está sendo cumprido o combinado, seja na demora da entrega, vícios no produto, mercadoria diferente da escolhida, venda de produtos não solicitados ou qualquer outra situação que sinta-se lesado, deverá reclamar ou realizar denúncia.

O Procon de Balneário Camboriú está realizando semanalmente, a consulta de preço de alguns produtos, no intuito de verificar a variação e a inflação de valores. A pesquisa será divulgada um dia antes da Black Friday. Consumidores que tenham dúvidas, reclamações, ou desejam realizar denúncias, o Procon está a disposição, na rua 2000, n° 856 entre a Terceira e Quarta Avenidas. O horário de atendimento é das 13h às 18h de segunda a sexta-feira.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.