Divulgação

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabricio Oliveira, liderando comitiva da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), oficializou nesta quarta-feira, 30.jan.2019, em Brasília, a diretores do Banco Mundial solicitação de apoio técnico e financeiro para implementação do Sistema de Transporte Coletivo Regional (STCR) da AMFRI. O ato se deu durante reunião da diretoria do Banco Mundial.

O projeto de mobilidade urbana que integra os 11 municípios da AMFRI recebeu a manifestação positiva do Banco Mundial. O projeto foi avaliado pela instituição como inovador e pioneiro no Brasil e de interesse público. O próximo passo da associação é acelerar os trâmites burocráticos para formalizar a parceria.

O Sistema de Transporte Coletivo Regional é um projeto pioneiro no Brasil pela proposta de gestão consorciada e poderá ser o primeiro de transporte coletivo em nível mundial com 100% da frota movida a energia elétrica. Ele é composto por 11 linhas integradas, que conectam os 11 municípios da AMFRI, de forma multimodal.

“Nosso corpo técnico avaliou o projeto e acreditamos que ele possa servir de modelo já que esse tipo de consórcio pode tornar o processo menos burocrático e mais eficiente, por ser liderado pela representação de um conjunto de municípios”, disse Paul Procee, coordenador de Operações de Infraestrutura e Desenvolvimento Sustentável do Banco Mundial.

“Nossa região é composta por cerca de 780 mil pessoas e no verão chegamos a quase 2 milhões. Precisamos de ações que facilitem a locomoção entre os municípios, já que não existe, praticamente distâncias territoriais entre eles. Isso deve ser pensado, planejado e realizado de forma integrada, como estamos fazendo na questão do saneamento básico com Camboriú. Isso irá facilitar a vida dos trabalhadores que moram num município e trabalham em outro, o que é muito comum em nossa região. É a primeira região do país que desenvolve um grande projeto de mobilidade que independe das esferas estadual e federal. O projeto foi idealizado para comportar o crescimento da população da região nos próximos 35 anos”, é o que declarou o presidente da Amfri, prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira.

Este projeto do Sistema de Transporte Coletivo Regional já havia sido submetido à análise preliminar da área técnica do Banco Mundial e aprovado em Pré Due Diligence (PRÉ-DD).

Além da presença do coordenador de Infraestrutura do Banco Mundial, Paul Procee, a reunião contou com a diretora de Operações do Banco Mundial, Tania Lettieri, com o secretário de Desenvolvimento Econômico e de Turismo de Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, a deputada estadual Paulinha da Silva, o prefeito de Balneário Piçarras e vice-presidente da Amfri, Leonel Martins e o prefeito de Bombinhas Paulo Dalago.

O projeto é composto por 11 linhas integradas, que conectam os 11 municípios da AMFRI, de forma multimodal.

Posted by Click Camboriú on Tuesday, January 29, 2019


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)