- PUBLICIDADE -

Balneário Camboriú teve ato de feministas contra Bolsonaro na Praça Tamandaré

Presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi alvo de protesto no centro de Balneário Camboriú e em diversas cidades brasileiras

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

praça
Divulgação

Em ritmo de Maracatu, dança e ritual de sincretismo religioso, feministas, educadoras, veganas, LGBTs e simpatizantes protestaram contra a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), em Balneário Camboriú. A manifestação aconteceu na Praça Tamandaré na tarde deste sábado (29), simultaneamente com diversas cidades do país.

“Ele não, ele não, ele não”, foi o mantra mais repetido durante o protesto. “Fora Bolsonaro”, “vai cair, vai cair”, foram algumas das frases ecoadas pela praça. Além dos gritos, cartazes expressavam o sentimento dos presentes. “O coiso não”, dizia um dois cartazes. “Ele não! #Forahomofobico!”, dizia outro.

A reportagem conversou com duas mulheres que seguravam uma faixa que dizia “Mulheres em luta contra Bolsonaro, o machismo e a reforma da previdência! Assina: MML”, e perguntou: porquê ele não?

— Primeiramente porque somos mulheres e somos muito desrespeitadas por Bolsonaro. E em segundo lugar, porque somos trabalhadoras, somos a favor da minoria — respondeu, completando que cansou de ver “governos ultra rigorosos como o de Bolsonaro”, “que nunca contribuiu nada com Rio de Janeiro, quem dirá contribuir com o Brasil”. Questionada sobre quem era seu candidato, ela disse que era a Vera Lúcia, do PSTU, repetido pela sua amiga, que também declarou o voto na candidata da rebelião.

— Eu sou minoria — provocava uma mulher que estava com uma bandeira do Brasil e um cartaz escrito “Fora comunistas. Intervenção já”, ao redor da manifestação. A Polícia Militar interveio para que não ocorresse um conflito. — Não vão me tirar daqui — gritava a mulher. — Pensa que eu tenho medo da treva? Lixaiada! Lixo, Lixo! Isso é Brasil — vociferava aos manifestantes.

Diante do risco de conflito, os participantes se agacharam até que a situação fosse controlada. Quase no centro da roda, um homem com porte de atleta, vestindo uma camiseta azul, chamou a atenção por permanecer de pé e não se agachar como os demais. Era o lutador Marcelo Brigadeiro, candidato a suplente de senador de Lucas Esmeraldino (PSL).

— Eu vim conferir o que eu já suspeitava. Isso aqui é uma horda de gente que não faz ideia do porque a gente tá aqui… Um monte de gente alienada… E eu tô aqui vendo, esse grande show de aberração que é isso aqui — declarou à reportagem ao ser questionado o que fazia em uma manifestação anti-Bolsonaro, uma vez que é cabo eleitoral do capitão do exército.

Ao perceberem a presença do lutador na manifestação, alguns manifestantes gritaram “sai daqui, sai daqui”, mas sem muita adesão às palavras de ordem, pois muitos não faziam ideia de quem era o homem que alguns rejeitavam, e logo cessou. — Parou… Parou o ‘sai daqui’? — debochou Brigadeiro.

Após cerca de duas horas de manifestação, o evento terminou com uma espécie de ritual. As lideranças pediram que se fizesse uma roda e que colocassem o pé direito pra frente, se curvando e levantando ao grito de “axé”.

Neste domingo deve ocorrer uma manifestação pró-Bolsonaro em Balneário Camboriú. Uma caminhada saíra da frente do Teatro Bruno Nitz, Na Avenida Central, às 16h, em direção à Praça Tamandaré. O evento no facebook conta, até o momento desta publicação, com 548 pessoas confirmadas.

Confira as fotos da manifestação:


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.