- PUBLICIDADE -

Vereador de Itajaí quer combater o suicídio através da publicidade

Proposta do vereador Edson Lapa pretende dar publicidade às entidades que combatem o suicídio

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

HOPE
Imagem ilustrativa

Dar visibilidade às informações de contato das entidades que atuam na prevenção do suicídio é o objetivo do Projeto de Lei nº 60/2017, apresentado pelo vereador Edson Lapa. As formas de contato do Centro de Valorização da Vida (CVV) e do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPSI) deverão estar disponíveis em escolas e hospitais públicos e privados, de acordo com o projeto, que tramita na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

O alto índice de suicídios – cujos dados estão disponíveis no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do DATASUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil) – chamou a atenção do parlamentar. “Precisamos reagir a esses altos números de suicídios e precisamos agir em prol das entidades que atuam na prevenção do suicídio. Dar visibilidade a órgãos como o CVV e o CAPSI, divulgando as formas de contato em escolas e hospitais pode ser mais uma ferramenta de escape a quem passa por momentos de turbulências, e pode até, quem sabe, salvar vidas”, projetou Edson Lapa.

Segundo o texto do projeto apresentado pelo parlamentar, as instituições de ensino superior e médio, públicas e privadas, com atividades desenvolvidas em Itajaí, assim como hospitais e clínicas, ficam obrigadas a afixar em local visível, placa ou cartaz com informações sobre o auxilio preventivo ao suicídio prestado pelo CVV.

A placa ou cartaz deverá conter o número de telefone do CVV (188), o site da entidade (www.cvv.org.br); a informação que o atendimento é realizado 24h em ambos os endereços; a indicação do CAPSI para mais informações e o respectivo telefone (3249-5500). As instituições poderão redigir frase preventiva ao suicídio, além do previsto no Projeto de Lei.

Consulta realizada no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), pode-se constatar o crescimento de casos de suicídios. Em 2011, foram 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015 o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil.

O CVV — Centro de Valorização da Vida, fundado em São Paulo em 1962, é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Realiza mais de um milhão de atendimentos anuais por aproximadamente 2.000 voluntários em 18 estados mais o Distrito Federal.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.