Ônibus e venda de alimentos serão vistoriados durante o Congresso dos Gideões

Vigilância Sanitária vai monitorar barracas de comércio de alimentos

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Tear Escola de Negócios abre novas turmas com aulas aos sábados

Inscrições abertas para o Programa de Desenvolvimento de Líderes da Tear Escola de Negócios

Divulgação

Profissionais da Secretaria de Saúde de Camboriú vão atuar durante o 36º Congresso Internacional das Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, que inicia nesse sábado, dia 21. Equipes irão verificar questões sanitárias nos veículos que chegarão a cidade, repassar orientações de saúde e fiscalizar barracas com comércio de alimentos. O trabalho será realizado diariamente, das 7 às 23 horas, até o dia 30 de abril.

Agentes comunitárias recepcionarão as caravanas em dois postos, nos principais acessos da cidade. O primeiro estará montado no entroncamento da Avenida Santa Catarina com Rua Imbuia, próximo ao bairro Taboleiro. No acesso via São Francisco de Assis, o posto de recepção ficará na Praça do bairro. A equipe irá entregar guias de saúde aos visitantes e vistoriar os veículos. Todos os ônibus deverão estar com os banheiros limpos e lacrados. Além disso, os profissionais verificarão possíveis sintomas de doenças nos visitantes.

A orientação aos visitantes é que venham para Camboriú com a carteira vacinal atualizada. A diretora de Vigilância em Saúde, Josiane Farias, explica que foram distribuídas planilhas de notificações para todas as Unidades de Saúde, Hospital Cirúrgico Camboriú (HCC) e hospitais de cidades vizinhas. “Os médicos foram orientados a nos contatarem caso percebam sintomas para qualquer tipo de doença ou problemas alimentares em pessoas que passaram pelo Gideões. Por meio dos dados do paciente, conseguiremos rastreá-los e chegar a causa disso”, justifica.

Fiscais da Vigilância Sanitária do município irão visitar as barracas de comércio de alimentos. Todo comerciante, seja de Camboriú ou de outras cidades, só poderá trabalhar mediante apresentação do certificado de conclusão de curso de boas práticas de manipulação de alimentos.

“Todas as barracas terão um adesivo com orientações exigidas pela Vigilância Sanitária. É obrigatório que os comerciantes estejam de touca, unha curta, sem brinco ou maquiagem, sempre com as mãos higienizadas. Caso não atendam esses critérios, os locais poderão ser autuados e interditados”, comenta Josiane. Quem perceber qualquer irregularidade na comercialização de alimentos, deve denunciar. O telefone para denúncias é o (47) 3365-1353 e do plantão (47) 9 9925-2924.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Saiba onde comemorar o aniversário de Balneário Camboriú

Balaroti realiza no dia 20 de julho uma festa especial para os clientes
- Publicidade -