- PUBLICIDADE -

Mutirão de cataratas atende 320 pacientes de Itajaí

Últimas cirurgias foram realizadas nesta quarta-feira, 28

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Mutirão de cataratas atende 320 pacientes de Itajaí
Divulgação

Em oito dias, 320 pacientes de Itajaí foram beneficiados pelo mutirão de cataratas. Os últimos 80 pacientes do município realizaram a cirurgia nesta quarta-feira (28) no Hospital Nossa Senhora da Penha – muitos deles já foram contemplados, inclusive, com o procedimento nos dois olhos. A iniciativa é custeada pelo Governo Estadual e auxilia na redução da fila de espera, que era de cerca de 800 pacientes em Itajaí.

“O Município de Itajaí, juntamente com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina, foi um dos que mais cobrou do Governo do Estado a realização desse mutirão de cataratas, pois apenas dois médicos realizam esse tipo de procedimento no Hospital Marieta. Já estamos trabalhando para conseguir fazer mais um mutirão na cidade e dar agilidade aos atendimentos que a população necessita”, afirma o secretário de Saúde de Itajaí, Celso Luiz Dellagiustina.

As cirurgias do mutirão são feitas por uma equipe médica de São Paulo e iniciaram no dia 20 de fevereiro. Para fazer o chamamento da população, o Departamento de Regulação de Cirurgias montou uma força-tarefa de servidores, que confirmaram a participação dos pacientes que estavam na fila. A Secretaria de Saúde de Itajaí também deu todo suporte aos pacientes, oferecendo transporte para a cirurgia e para as consultas de retorno, bem como lanches aos usuários e acompanhantes. Profissionais de saúde ainda acompanharam os pacientes para garantir o bom atendimento no período em que estivessem no hospital.

Alívio para quem estava na espera

O mutirão de cataratas foi um alívio para quem estava na fila de espera pela cirurgia, como o aposentado Itamar Paulo da Cruz, 80 anos. Ele conta que deu entrada no procedimento em 2015, mas ainda não tinha sido chamado. “Estou com os dois olhos sem enxergar direito. Espero que com a cirurgia possa voltar a fazer minhas leituras e, principalmente, poder enxergar os ônibus, pois eu dependo deles”, diz emocionado.

Esse mutirão foi muito bom, porque ele não enxerga mais a filha chamando no portão.

O pintor naval Boleslau Novakoski, 61 anos, só faz elogios ao mutirão de cataratas. Nesta quarta-feira, 28, ele realizou a cirurgia do segundo olho no hospital de Penha. “O atendimento foi muito bom, pessoal educado, atencioso. O atendimento aqui da Secretaria então, foi melhor ainda. Quando cheguei da primeira cirurgia já consegui marcar a segunda”, relata.

Boleslau estava na fila de espera pela cirurgia há oito meses. A esposa Ana Lúcia Durschnabel acompanhou o marido durante as viagens para Penha e também aprovou o atendimento. “Esse mutirão foi muito bom, porque ele não enxerga mais a filha chamando no portão. O pessoal deu lanche, água e ainda recebemos óculos e colírios para ele usar depois da cirurgia, que eu estava preocupada porque não ia ter dinheiro para comprar”, conta.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.